Ator norte-americano Eli Wallach morre aos 98 anos

Eli Wallach, praticante precoce do "método de atuação" e que marcou época como o sórdido vilão no filme "Três Homens em Conflito", morreu na terça-feira aos 98 anos de idade.

REUTERS

25 Junho 2014 | 18h40

Mesmo com mais de 90 anos, Wallach continuava aparecendo nas telonas em filmes como “O Escritor Fantasma”, de Roman Polanski, e na sequência “Wall Street - O Dinheiro Nunca Dorme”, de Oliver Stone, além de mais de duas dúzias de produções teatrais na Broadway.

“Foi o que eu quis fazer a minha vida inteira”, disse Wallach sobre o seu trabalho em entrevista de 2010.

As luzes das marquises dos teatros da Broadway serão reduzidas durante um minuto na sexta-feira em homenagem a Wallach, cuja primeira paixão foi o palco.

"Eli Wallach foi um dos maiores talentos de nossa época, cuja carreira prolífica como ator cobriu mais de seis décadas. Sua presença notável no palco e na tela era ao mesmo tempo memorável e comovente, sempre”, declarou Charlotte St. Martin, diretora-executiva da Liga da Broadway, que representa produtores e proprietários de teatro, em comunicado.

(Repotagem de Bill Trott)

Mais conteúdo sobre:
GENTE WALLACH MORRE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.