1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Ator James Gandolfini morre aos 51 anos na Itália

UBIRATAN BRASIL - Agência Estado

20 Junho 2013 | 09h 25

O ator James Gandolfini, famoso por interpretar Tony Soprano na série de TV Família Soprano, morreu ontem (19) aos 51 anos na Itália, segundo informação do site TMZ.

De acordo com o site especializado Deadline, ele sofreu um ataque cardíaco. Ele estava na Itália para participar do festival de cinema Taormina, na Sicília.

Nascido em Nova Jersey, nos Estados Unidos, em 1961, Gandolfini adquiriu o grau bacharel em artes na Universidade de Rutgers, onde ele trabalhou como segurança do campus.

Gandolfini iniciou-se como ator quando vivia em Nova York quando acompanhava um amigo às aulas de interpretação. Depois de uma temporada na Broadway, iniciou uma nova fase, agora no cinema. Em 1992, participou de A Stranger Among Us, mas, foi no ano seguinte, no longa Amor à Queima Roupa, no qual interpretou um violento mafioso, que Gandolfini começou a se destacar.

O sucesso, no entanto, veio em 1999, na televisão, quando a HBO iniciou a produção de uma nova série, intitulada The Soprano?s e o ator foi escolhido para interpretar o papel principal, o de Tony Soprano, curiosamente outro violento chefe da máfia, agora com problemas familiares.

James Gandolfini reproduzia o sotaque e os maneirismos com precisão. Também os cuidados de produção contribuíram para o sucesso - os Sopranos, por exemplo, não andavam com seguranças, todos dirigiam os próprios carros, alguns sofriam de Alzheimer, não contribuíam para o estereótipo do italiano que passa a vida comendo spaghetti e, acima de tudo, quase sempre matavam pessoalmente os desafetos.

Família Soprano foi realizada de 1999 a 2007, recebeu 18 prêmios Emmy e cinco Globos de Ouro. O ator também trabalhou em produções como O Homem que Não Estava Lá (2001) e O Homem da Máfia (2012). Seu papel mais recente foi o filme no filme Nicky Deuce, de 2013, feito para a TV. / COLABOROU FLAVIA GUERRA

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.