Artistas se unem em show contra a CPMF em São Paulo

Sem cobrar cachê, Zezé di Camargo e Luciano, NX Zero, Falamansa e outros têm presença confirmada

Bruna Campoy, do Jornal da Tarde, Agencia Estado

16 Outubro 2007 | 11h22

Aquela taxinha aparentemente inofensiva, a CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira), mobilizou até os artistas para lutar contra a prorrogação do imposto. A dupla Zezé Di Camargo e Luciano, o trio KLB, Nando Cordel, o rapper Gabriel O Pensador e as bandas CPM 22, NX Zero, Fresno e Falamansa estarão reunidos nesta terça-feira, 16, no show "Tributo Contra o Tributo", a partir das 17h30, no Vale do Anhangabaú.   Eles participarão do movimento "Sou Contra a CPMF", promovido pela Fiesp (Federação das Indústrias de São Paulo). O apresentador Luciano Huck, que havia sido escalado para comandar o show, cancelou sua participação devido a problemas de agenda.   "Nosso objetivo é mostrar para a população com menos conhecimento o que é a CPMF e fazer com que elas entendam que existe espaço no governo para cortar esse imposto", explica Ronaldo Koloszuk, presidente do Comitê de Jovens Empreendedores, da Fiesp. Os artistas selecionados para o show foram escolhidos voluntariamente e irão cantar sem cobrar cachê. "Um dia estava lendo uma revista e vi o cantor Luciano dizendo que era contra a taxa, então resolvemos ligar e convidá-lo", afirma Koloszuk. A organização espera reunir 1 milhão de pessoas no Vale do Anhangabaú, que foi o local escolhido devido ao fácil acesso ao metrô. "Assim que fiquei sabendo do movimento no festival de Canela (RS), eu já quis me candidatar. Todo mundo sofre com a CPMF, até o próprio artista. Acredito que show pode gerar um barulho muito grande. Se vai dar certo ou não depende do governo", diz Tato, o vocalista do grupo Falamansa. Tributo contra o Tributo. Hoje, a partir das 17h30, no Vale do Anhangabaú, em São Paulo. Preço: Grátis. Informações: (11) 3549-4470.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.