Gabriela Bilo/Estadão
Gabriela Bilo/Estadão

ArCênico: Chafurdando na prateleira digital

Até 27 de agosto, estará em cartaz a 20.ª edição do Festival Nacional de Teatro Palco Giratório

João Wady Cury, O Estado de S.Paulo

03 Agosto 2017 | 02h00

São Paulo tem duas boas bibliotecas de peças de teatro: da Escola de Comunicações e Artes (ECA), da USP, e a do Museu Lasar Segall. Mas nenhuma livraria dedicada inteiramente ao mundo das artes cênicas. Errado. Tem, e atende pelo nome de Livraria do Teatro. Não existe fisicamente, mas suas prateleiras habitam o mundo digital: livrariadoteatro.com.br.

Foi criada pela ex-cenógrafa Gisele Caterina Luzio, há mais de dois anos, quando abandonou a carreira por um problema na coluna. São mais de 2 mil títulos de livros e quase 200 filmes. O teatro pode ter perdido uma grande cenógrafa, mas, por outro lado, ganhou uma livraria inédita, dedicada exclusivamente às artes cênicas. Pra comemorar.

DO PALCO PRA ESTANTE

A peça Adivinhe Quem Vem para Rezar, do dramaturgo Dib Carneiro Neto, está fazendo uma viagem inusitada: dos palcos, vai virar romance pelas mãos do próprio autor e publicada ainda este ano pela Amora Editora. Vale lembrar que a montagem foi a penúltima da carreira de Paulo Autran (1922-2007).

DA ESTANTE PRO PALCO

Já o escritor Marcelino Freire faz o caminho inverso: vai da estante para o palco com a peça Roupa Suja, que mistura quatro de seus contos de forma não linear. No dia 12, no Centro de Pesquisa e Formação, do Sesc, será feita a primeira leitura dramática do texto. Com dramaturgia de Cesar Ferrário e direção de João Junior, estão no elenco Ana Carolina Marinho, Anna Zêpa, Juão Nin, Rodrigo Sanches, Tânia Reis.

BARDO SOLTO NO PARQUE

Até 13 de agosto, se estiver passando distraído por Nova York, é possível que você seja polvilhado pela poção mágica do amor. O Delacorte Theater apresenta, no Central Park, a montagem de Sonhos de Uma Noite de Verão, de Will Shakespeare. A direção é de Lear deBessonet, do Public Theater, e a programação mira uma deliciosa noite no parque em pleno verão: as sessões ocorrem às 20h e têm duas horas e meia de duração. Quer mais? Se chegar ao meio-dia, pode pegar dois ingressos gratuitos.

GIRA, PALCO, GIRA

Patuleia em chamas. Marco Antonio Rodrigues dirige ‘Ala dos Criados’, peça inédita do argentino Mauricio Kartun, no Sesc Bom Retiro, a partir de 15/9. No elenco, estão Eduardo Pelizzari, Gabriel Miziara, Maria Manoella e Rodrigo Scarpelli.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.