1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Alberto Costa e Silva vence o Prêmio Camões 2014

O Estado de S. Paulo

30 Maio 2014 | 15h 56

Galardão máximo da literatura em língua portuguesa foi anunciado nesta quarta-feira

O poeta, ensaísta e historiador brasileiro Alberto Costa e Silva é o grande vencedor do Prêmio Camões de 2014, anunciou nesta sexta-feira o júri da premiação mais importante da língua portuguesa.

"Recebi a notícia com surpresa e perplexidade", diz Costa e Silva ao Estado. "Não estava nas minhas cogitações de vida ganhar um prêmio da importância deste. Primeiro fiquei absolutamente perplexo e espantado. Depois, caí em mim e vi a grande honra que fazem à minha obra, ao meu esforço, à minha persistência em tratar de determinados assuntos, como, por exemplo, a história da África", continuou o acadêmico, ressaltando a importância do Camões.

O júri, presidido por Affonso Romano de Sant'Anna, e que elegeu o escritor brasileiro por unanimidade, destacou a ponte que este "intelectual" e "diplomata" construiu entre a América Latina, África e Europa, assim como a "qualidade" de sua obra.

Nascido em São Paulo em 1931, Costa e Silva sucede o moçambicano Mia Couto e o curitibano Dalton Trevisan, vencedores das edições de 2013 e 2012 do Prêmio, respectivamente.

A decisão do júri da 26ª edição do prestigioso galardão foi anunciado em uma entrevista coletiva nesta sexta-feira, na presença do secretário de Estado de Cultura português, Jorge Barreto Xavier. Criado em 1988 pelos governos de Portugal e Brasil, o Prêmio Camões tem por objetivo distinguir escritores cuja obra contribua à proteção e ao reconhecimento da língua portuguesa, que tem mais de 230 milhões de falantes no mundo.

::: Cultura Estadão nas redes sociais :::
:: Facebook ::
:: Twitter ::

Alberto Costa e Silva foi eleito, em 2000, para a Cadeira nº 9 da Academia Brasileira de Letras, e ocupou o cargo de presidente da instituição em 2002 e 2003. Além de poeta, ensaísta e historiador, foi durante muitos anos diplomata, chegando a ocupar cargos de embaixador do Brasil na Colômbia e em Portugal.