A pedido de Plácido Domingo, Woody Allen vai dirigir ópera

Estréia do diretor será com ´Gianni Schicchi´ da série ´Il Trittico´, de Puccini

Agencia Estado

25 Junho 2007 | 15h41

O tenor espanhol e diretor-geral da Opera de Los Angeles, Plácido Domingo convenceu o diretor de cinema americano, Woody Allen, a estrear no campo da ópera com Gianni Schicchi, de Puccini. Em seu tom cômico habitual, Woody Allen ressaltou em comunicado que não tem "nem idéia" do que vai fazer. "Mas a incompetência nunca me impediu de trabalhar com entusiasmo", acrescentou. Plácido Domingo confirmou na quinta-feira, 21, a informação, que comemorou como uma conquista para a música. "Seduzi muitos diretores de cinema para a ópera", lembrou Domingo. Ele já contou com John Schlesinger para a montagem de Os contos de Hoffmann, de Jacques Offenbach, em Londres. "Mas devo admitir que minha tarefa com Woody Allen foi a que exigiu mais persistência", acrescentou, revelando que o processo de "sedução" levou quatro anos. A ópera de Giacomo Puccini faz parte da série Il Trittico. As outras duas partes, Il Tabarro e Suor Angelica, ficarão nas mãos de outro cineasta, William Friedkin, autor entre outros filmes de O Exorcista. Il Trittico deve estrear em 6 de setembro de 2008, na abertura da temporada 2008/2009 da Opera de Los Angeles. Em 7 de setembro, estréia The Fly, de Howard Shore, compositor de trilhas sonoras como a de O Senhor dos Anéis. A montagem será do diretor David Cronenberg, que dirigiu o filme do mesmo título, e sob a batuta de Plácido Domingo.

Mais conteúdo sobre:
Woody Allen Plácido Domingo Puccini

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.