A difícil tarefa de suceder a voz de Bussunda em Shrek 3

O dublador Mauro Ramos ocupa a vaga do humorista morto no ano passado

Agencia Estado

07 Junho 2015 | 10h12

Uma novidade de Shrek Terceiro vai particularmente chamar a atenção dos fãs brasileiros: pela primeira vez, o suingue do ogro não terá o timbre do humorista Bussunda, morto no ano passado e dono da voz de um sujeito porcalhão mas de uma extrema simpatia. Assim, a árdua tarefa de sucedê-lo coube a um dublador profissional, Mauro Ramos. Na verdade, por um capricho do destino, o papel voltou a ele, infelizmente depois de uma fatalidade - Bussunda sentiu-se mal quando disputava uma pelada durante a Copa do Mundo da Alemanha, evento que cobria com os outros Cassetas. Mauro estava escalado para dublar o primeiro filme da série, em 2001, chegando até a fazer o trabalho. Mas, como Bussunda tinha raspado a cabeça na época, aproximando-se ainda mais do personagem (seus modos de moleque já eram notórios), a Paramount preferiu convidá-lo para o trabalho, o que conferiu um toque tipicamente malandro a Shrek - impossível não simpatizar com tiradas como "fala sério, aê". Com a morte do humorista, a escolha de Mauro Ramos (homônimo do grande jogador, capitão da seleção brasileira que conquistou a Copa do Mundo do Chile, em 1962) tornou-se natural. A reação do público, no entanto, será um mistério. Experiente na função, Ramos espera pelo conhecimento do público de que não mais escutará a voz de Bussunda. Mesmo assim, trabalhou cuidadosamente na escolha do timbre e da entonação de voz. Profissional da área há quase 30 anos, o que lhe conferiu a habilidade de interpretar apenas com a voz, ele ostenta um currículo com grandes filmes infantis como Toy Story, Monstros S.A. e, recentemente, no papel do Bandido do Chapéu Coco de A Família do Futuro. Em Shrek Terceiro, Ramos trabalhou durante três dias, sempre acompanhado de um técnico do estúdio, atento a todos os detalhes. Ele também foi uma das vozes do programa TV Colosso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.