1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Whoopi Goldberg diz que o Oscar não é racista: 'Os cineastas são o problema'

- Atualizado: 27 Janeiro 2016 | 16h 13

Atriz falou sobre o boicote de atores negros à premiação

Whoopi Goldberg entrou de vez na polêmica discussão sobre a falta de atores negros, latinos e de outras minorias raciais no cinema americano e, mais especificamente, no Oscar. Segundo ela, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas não é racista. Ela venceu o prêmio de melhor atriz coadjuvante pelo filme Ghost (1990).

"Mesmo se a Academia estiver repleta de negros, latinos e asiáticos entre seus membros, se não houver ninguém para você indicar ao Oscar, você não vai obter o resultado esperado", disse Whoopi em entrevista ao programa The View.

"Você precisa de diretores e produtores que vão dizer: 'Ei, o que tal fazer desse outro jeito?' Eles precisam estar cientes de que o quadro não está completo sem atores não caucasianos", complementou.

A atriz Whoopi Goldberg
A atriz Whoopi Goldberg

A polêmica sobre o racismo no cinema começou no dia 14 de janeiro, após o anúncio dos indicados ao Oscar, que este ano, pela segunda vez consecutiva, não incluiu atores negros, latinos ou representantes de outras minorias raciais. O fato levou nomes como o ator Will Smith e o diretor Spike Lee a boicotarem a premiação.

Oscar 2016: veja os artistas negros que foram premiados no Oscar
Divulgação
Spike Lee

Spike Lee. O diretor, que recebeu um Oscar honorário em novembro de 2015, disse na ocasião: “É mais fácil um negro virar presidente dos Estados Unidos do que de um estúdio em Hollywood”. Ele se referia ao fato de que, pelo segundo ano consecutivo, não tinha nenhum artista negro indicado nas categorias de atuação e direção. Lee tem protestado nas redes sociais e já anunciou que não vai à cerimônia da Academia, em 28 de fevereiro 

Para a atriz de Mudança de Hábito, no entanto, essa não é a melhor atitude a ser tomada. "Você quer boicote alguma coisa? Não veja filmes que não te representem", afirmou. "Esse é o boicote que deveria ser feito. Temos esta conversa todos os anos. Isso me irrita."

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em CulturaX