1. Usuário
Assine o Estadão
assine
1964

Universidades dos EUA exibem 'O Dia que Durou 21 Anos'

Felipe Resk - O Estado de S. Paulo

31 Março 2014 | 11h 36

Documentário trata da influência americana na ação militar de 1964

O premiado documentário "O Dia que Durou 21 Anos", de Camilo Tavares, que aborda a influência do governo americano no golpe militar de 1964 no Brasil, vai realizar uma temporada de exibição em universidades renomadas dos Estados Unidos. Entre os dias 1 e 15 de abril, os produtores ficam no país para divulgar o filme em cinco grandes centros acadêmicos: Columbia, MIT, Yale, Brown e Princenton.

Em outubro de 2013, o documentário foi apresentado no Palácio da Alvorada, em Brasília, com a presença da presidente Dilma Rousseff. A repercussão abriu espaço para que o filme chegasse no mesmo mês a Harvard, onde a Rockfeller Foundation sediou um debate sobre o papel americano durante a ditadura no Brasil, com a participação de professores e estudantes universitários dos Estados Unidos.

"Nós queremos levar consciência ao ninho da serpente", brinca o diretor Camilo Tavares. O objetivo não é só retratar a participação dos presidentes John Kennedy e Lyndon Johnson, e do embaixador americano no Brasil, Lincoln Gordon, na ação militar que deu início à ditadura, há exatos 50 anos. "O Dia que Durou 21 Anos" também pretende problematizar o modelo político dos Estados Unidos. "Espero que eles reflitam sobre a democracia e sobre o conceito de Freedom, que parece estar sempre relacionado a um viés militar no país", diz Tavares.

O documentário já recebeu o Prêmio Especial do Júri em Festival em Nova York - 29º Long Island Film Festival, o Prêmio Especial do Júri no 22º Arizona International Film Festival, ambos nos Estados Unidos. Na França, recebeu o prêmio de melhor documentário estrangeiro no St. Tropez International Film Festival. Também faturou o Prêmio da Associação Paulista de Críticos de Arte, em 2013.

Agora, a produtora Pequi Filmes, que pretende fazer uma sequência do documentário, procura levantar fundos por meio da Lei Rouanet, Lei do Audiovisual, do Programa de Ação Cultura de São Paulo e da Lei Mendonça. Segundo Tavares, a viagem aos Estados Unidos serve também para buscar patrocinadores privados e estabelecer contato com possíveis financiadores. Como está em processo de captação de recursos, ainda não há previsão para o lançamento do novo filme.

O DIA QUE DUROU 21 ANOS

Direção: Camilo Tavares

Gênero: Documentário (2012, 77 minutos)

Censura: 14 anos.

1964