Reuters
Reuters

Susan Sarandon chama papa Bento XVI de 'nazista'

Atriz vencedora do Oscar fez o comentário durante entrevista no Festival de Cinema dos Hamptons, nos EUA

estadao.com.br,

17 Outubro 2011 | 17h55

SÃO PAULO - Susan Sarandon causou polêmica no Festival de Cinema dos Hamptons, no estado de Nova York, neste final de semana. A atriz vencedora do Oscar chamou, por duas vezes, o atual papa Bento XVI de "nazista".

 

Em entrevista ao ator e diretor Bob Balaban, Susan recontou o episódio em que enviou uma cópia do livro Os Últimos Passos de um Homem ao papa anterior, João Paulo II. "O último [papa], não esse nazista que temos agora", afirmou a atriz.

 

O entrevistador ofereceu, discretamente, uma oportunidade para que contornasse a situação, mas Susan fez questão de repetir a frase, evocando risadas do público presente no auditório.

 

Susan Sarandon venceu o Oscar de melhor atriz em 1996, por seu papel na adaptação do livro mencionado, dirigida por Tim Robbins, ator e diretor com quem era casada à época.

Mais conteúdo sobre:
Susan Sarandon Papa Bento XVI

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.