AFPPHOTO / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / VALERIE MACON
AFPPHOTO / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / VALERIE MACON

'Star Wars: Episódio IX' rompe com diretor e roteirista Colin Trevorrow

A Disney e a Lucasfilm culparam, em comunicado, visões divergentes sobre o projeto, mas não nomearam um substituto

Reuters

06 Setembro 2017 | 10h33

LOS ANGELES - A franquia Star Wars rompeu com outro diretor, anunciou a Walt Disney Co, dizendo que Colin Trevorrow não estará mais envolvido em Star Wars: Episódio IX, programado para 2019.

A Disney e a Lucasfilm culparam, em comunicado, visões divergentes sobre o projeto, mas não nomearam um substituto.

“A Lucasfilm e Colin Trevorrow escolheram mutuamente se separar em Star Wars: Episódio IX”, segundo a nota. “Colin foi um incrível colaborador durante o processo de desenvolvimento, mas chegamos à conclusão de que nossas visões sobre o projeto divergem. Nós desejamos a Colin o melhor e iremos compartilhar mais informações sobre o filme em breve”.

Trevorrow iria escrever e dirigir o filme. Este foi o segundo projeto da franquia Star Wars a perder um diretor neste ano. A Disney informou em junho que os cineastas Phil Lord e Christopher Miller haviam deixado o spin-off da franquia sobre o personagem Han Solo por conta de diferenças criativas. Eles foram substituídos pelo veterano de Hollywood Ron Howard, diretor vencedor do Oscar com Uma Mente Brilhante.

Star Wars: Episódio IX é parte da proposta da Disney de expansão de filmes da franquia, reiniciada em 2015 com o sucesso Star Wars: O Despertar da Força, que reuniu as estrelas do filme original de 1977 Harrison Ford, Carrie Fisher e Mark Hamill. O filme arrecadou mais de 2 bilhões de dólares mundialmente em bilheterias.

A Disney não deu detalhes sobre as razões para a saída de Trevorrow, mas a revista Variety citou fontes dizendo que a separação ocorreu por conta de diferenças sobre o roteiro.

A produção do filme, o último da trilogia planejada de novos filmes ligados à história central da família Skywalker, estava programada para começar no início do ano que vem. O nono filme da saga espacial contaria com Carrie Fisher como a general Leia Organa, mas a inesperada morte de Carrie no ano passado descarrilou estes planos.

A presidente da Lucasfilm, Kathleen Kennedy, disse em entrevista à Vanity Fair em maio que o filme estava sendo retrabalhado por ela, Trevorrow e a equipe da Lucasfilm.

A Lucasfilm disse que não irá recriar imagens de Carrie digitalmente em filmes futuros.

Trevorrow foi nomeado diretor após conseguir sucesso em 2015 com uma nova versão do filme Jurassic World – O Mundo dos Dinossauros.

O próximo filme da franquia, Star Wars: Os Últimos Jedi, estreia em dezembro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.