Retrospectivas traz Claude Lelouch entre desconhecidos

Entre os homenageados, o francês Jean-Paul Civeyrac, que nunca teve seus filmes lançados no Brasil

07 Outubro 2018 | 17h48

Ganhar uma retrospectiva na Mostra não é apenas para diretores experientes. Este ano, o evento também apresenta dois deles pouco conhecidos dos brasileiros. O chinês Jia Zhang-Ke venceu o Festival de Veneza com Em Busca da Vida, exibido aqui. O público poderá ver este e outros filmes do cineasta, crítico do efeito da globalização em seu país. Entre eles, Plataforma e Prazeres Desconhecidos.   Veja também: Especial da 31.ª Mostra   Já o francês Jean-Paul Civeyrac nunca teve seus filmes lançados no Brasil, apesar de ser apontado como revelação lá fora. Ao todo são seis longas e dois curtas de uma vez, como Todas as Belas Promessas e Fantasmas.   O convidado de honra, porém, é o veterano Claude Lelouch. Além de sete de seus antigos sucessos, como Um Homem, uma Mulher, ele traz seu último trabalho, o suspense Crimes de Autor.   Há também uma seleção de filmes da África, com a exibição de todos os 17 vencedores do prêmio continental Fespaco. Entre os especiais, vale a pena conferir a performática sessão de Brand Upon the Brain, do canadense Guy Maddin, filme mudo com sonoplastia ao vivo - Marília Gabriela fará a locução em português. E rever as cultuadas aparições do nosso Zé do Caixão: À Meia-noite Levarei sua Alma e Esta Noite Encarnarei no seu Cadáver.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.