AP Photo/File
AP Photo/File

Quem é Harvey Weinstein?

Casos de abuso sexual por parte do poderoso produtor de cinema vieram à tona depois de denúncias comprometedoras de atrizes, modelos e profissionais da indústria

Guilherme Sobota, O Estado de S. Paulo

11 Outubro 2017 | 14h36

O nome de Harvey Weinstein invadiu os noticiários da área de cultura e entretenimento nos últimos dias depois de sérias acusações relacionadas a violência sexual. O produtor de 65 anos foi acusado por atrizes, modelos e profissionais da indústria do cinema de cometer atos sexuais forçados (estupro), ameaças físicas e verbais contra mulheres e assédio sexual.

+ Lúcia Guimarães: Precisamos falar sobre o Harvey

Linha do tempo das acusações

5/10/2017

O The New York Times publica uma reportagem com acusações de que Weinstein pagou várias pessoas para manter denúncias de assédio sexual fora do alcance do público durante vários anos.

No mesmo dia, ele anuncia o seu desligamento da The Weinstein Company, e diz que vai processar o The New York Times.

7/10/2017

A advogada Lisa Bloom abandona a defesa de Weinstein. 

8/10/2017

A fundadora do site The Wrap publica um artigo acusando o New York Times de não publicar uma matéria parecida em 2004, depois de ligações de Matt Damon e Russell Crowe para o jornal.

Weinstein é demitido da The Weinstein Company.

9/10/2017

Famosos continuam a compartilhar histórias e reações às notícias.

10/10/2017

Gwyneth Paltrow e Angelina Jolie falam abertamente ao The New York Times sobre suas próprias histórias envolvendo as práticas abusivas de Weinstein. 

A revista The New Yorker publica uma matéria resultante de uma investigação de 10 meses em que outras 13 mulheres compartilham histórias de abuso por parte de Weinstein. Três delas, entre elas a atriz Asia Argento, disseram que Weinstein as estuprou forçando sexo oral ou vaginal.

Em uma gravação divulgada pela revista, Weinstein admite ter apalpado uma modelo.

Em nota, Weinstein afirma que "inequivocamente nega" as alegações de sexo não-consensual.

A esposa de Weinstein por 10 anos, Georgina Chapman, anuncia a separação do produtor.

Mas quem é Harvey Weinstein?

Nascido em março de 1952 em Nova York, ele se formou em Buffalo nos anos 1970 e começou sua carreira no show biz ao produzir shows de rock na região na época. Em 1979, ele fundou, ao lado do irmão Bob Weinstein, a Miramax, que até 1993 se destacou como produtora e distribuidora de filmes independentes.

Em 1993, a Disney adquiriu a companhia, mantendo os irmãos à frente, e no ano seguinte a empresa lançou Pulp Fiction, de Quentin Tarantino, o que marcaria o início da expansão para se tornar uma das mais importantes produtoras e distribuidoras de Hollywood.

Em 2005, os irmãos decidiram deixar a empresa e fundar sua própria produtora: The Weinstein Company, que lançou alguns hits de bilheterias e muitos filmes premiados aos longo dos últimos 12 anos (veja as listas abaixo).

eus métodos de trabalho são conhecidos como duros, agressivos e muitas vezes rudes. Histórias de agressões verbais e físicas contra homens e mulheres em desacordo com suas crenças são conhecidas no show biz.

Harvey Weinstein venceu o Oscar de melhor filme em 1999 por Shakespeare Apaixonado, e foi indicado ao mesmo prêmio em 2003 por Gangues de Nova York. Desde 2005, ele é indicado com regularidade ao Emmy pelo reality Project Runaway, e também venceu ao longo da carreira sete Tony Awards, por suas produções de peças de teatro e musicais.

Em 2004, ele recebeu uma Ordem do Império Britânico honorária por sua contribuição ao cinema, e em 2012 uma honraria semelhante do governo da França lhe foi atribuída.

Ele também é conhecido por seu engajamento em questões sociais como combate à pobreza, prevenção a AIDS e pesquisas relacionadas a outras doenças, bem como na luta pela regulamentação das armas e do sistema de saúde nos EUA.

Weinstein contribuiu com campanhas de candidatos do Partido Democrata americano, incluindo Barack Obama, Hillary Clinton e diversos senadores.

Filmes produzidos pela Miramax na época dos irmãos Weinstein (1979-2005 - entre muitos outros)

Pulp Fiction (1994)

Tiros na Broadway (1994)

Kids (1995)

Um Drink no Inferno (1996)

Gênio Indomável (1997)

Shakespeare Apaixonado (1998)

Gangues de Nova York (2002)

Fahrenheit 11 de Setembro (2004)

Filmes produzidos pela The Weinstein Company (entre outros)

Vicky Cristina Barcelona (2008)

O Leitor (2008)

Bastardos Inglórios (2009)

O Discurso do Rei (2010)

O Lado Bom da Vida (2012)

Django Livre (2012)

Lion: Uma Jornada Para Casa (2016)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.