Arquivo do Estado Russo de História Social e Política
Arquivo do Estado Russo de História Social e Política

Políticos russos criticam filme que ironiza a morte de Stalin

“Uma imundície abominável”, diz político sobre The Death of Stalin

O Estado de S.Paulo

18 Outubro 2017 | 14h55

Na sua mais nova tragicomédia entitulada The Death of Stalin, o diretor britânico Armando Iannucci satiriza a corrida de poder que ocorreu na União Soviética após a morte de Joseph Stalin. O filme foi elogiado no Reino Unido, mas parece que alguns políticos russos não têm o mesmo senso de humor.

É “uma imundície abominável”, disse Alexander Yushchenko, parlamentar russo e porta-voz do Partido Comunista. Apesar do tom de comédia, o filme retrata a paranóia e a luta de poder que de fato ocorreram no Kremlin após a morte do antigo líder. Sergei Obukhov, outro membro antigo do Partido Comunista afirmou que o filme é “uma nova forma de guerra psicológica contra nosso país”. O Kremlin não comentou a produção.

Stálin governou a Rússia por três décadas com punho de ferro. Totalitarista, o presidente russo enviava seus desafetos políticos a campos de trabalho forçado chamados gulags. Além disso, foi um dos maiores responsáveis pela grande fome da Ucrânia, conhecida como Holodomor, quando mais de seis milhões de ucranianos morreram de fome após a coletivização forçada de suas terras, resultando num dos maiores genocídios da história.

 

Leia mais: Revolução Russa: O marxismo chega à Rússia e Lenin faz a Revolução

 

Apesar disso, segundo Yushchenko, “o apoio atual – inclusive a Stalin e a Lenin – está crescendo, acima de tudo entre os jovens”. A fala do político russo é corroborada por pesquisa recente do Centro Levada, que demonstrou em junho deste ano que os russos consideravam Stalin “a pessoa mais notável” da história, em seguida do atual presidente russo, Vladimir Putin.

O diretor Armando Iannucci já foi premiado pelas séries The Thick Of It e Veep, em que aborda a incompetência de políticos americanos e britânicos.

Mais conteúdo sobre:
Joseph V Stalin Rússia Vladimir Putin

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.