Chris Pizzello/ AP
Chris Pizzello/ AP

Patty Jenkins vai dirigir sequência de 'Mulher-Maravilha', diz mídia

Longa que terá novamente Gal Gadot como a heroína deve estrear em 2019

Piya Sinha-Roy, Reuters

12 Setembro 2017 | 10h05

Patty Jenkins irá dirigir a sequência de 2019 do sucesso deste ano Mulher-Maravilha, relataram publicações especializadas nesta segunda-feira, após se tornar a diretora de maior bilheteria na história de Hollywood.

Jenkins, de 46 anos, irá dirigir novamente a atriz israelense Gal Gadot como a super-heroína em Mulher-Maravilha 2, marcado para estrear em 13 de dezembro de 2019, segundo publicações incluindo Variety e Hollywood Reporter.

O estúdio Warner Bros não comentou sobre as notícias e não deu detalhes sobre a sequência.

Mulher-Maravilha foi o primeiro filme solo a estrelar uma super-heroína desde Elektra, fracasso nas bilheterias de 2005, e primeiro a ser dirigido por uma mulher.

O filme subiu ao topo das bilheterias de junho em uma onda de boas críticas e empoderamento feminino e, com 816,4 milhões de dólares em bilheterias mundiais, se tornou o segundo maior filme deste ano, atrás somente da versão com atores de A Bela e a Fera.

Jenkins superou Phyllida Lloyd, que dirigiu o musical de 2008 Mamma Mia!, como a diretora de maior bilheteria.

A Mulher-Maravilha interpretada por Gal Gadot estará presente em Liga da Justiça, que estreia em novembro, ao lado do Batman, interpretado por Ben Affleck, e Super-Homem, interpretado por Henry Cavill.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.