1. Usuário
Assine o Estadão
assine


'Obra' é o único filme brasileiro selecionado para o Festival de Toronto

Flavia Guerra - O Estado de S. Paulo

20 Agosto 2014 | 09h 00

Dirigido pelo paulistano Gregório Graziosi, filme é estrelado por Irandhir Santos, Julio Andrade e a atriz inglesa Lola Peploe, de 'A Rainha'

 Obra, longa-metragem de estreoa do diretor Gregório Graziosi, foi o único longa brasileiro a ser selecionado para o Festival Internacional de Filmes de Toronto (TIFF), um dos mais importantes do mundo, que será realizado de 4 a 14 de setembro. O filme será exibido em cinco sessões da Mostra Discovery, dedicada a descobrir jovens talentos do cinema mundial. “Meus outros curtas foram exibidos em festivais importantes da Europa, como Cannes e Locarno, mas nunca em um festival da América do Norte forte como Toronto. É um festival muito grande, que a indústria do cinema valoriza muito”, contou o diretor ao Estado

Divulgação
Irandhir Santos e Julio Andrade em cena de "Obra", de Gregório Graziosi

A primeira sessão de Obra, somente para a imprensa, ocorre dia 6 de setembro, com a presença do diretor, da produtora Zita Carvalhosa (da Superfilmes) e do ator Iranhdir Santos, protagonista do longa. As outras sessões acontecem nos dias 07, 09, 11 e 13 de setembro. “Nossa categoria é interessante e estratégica porque revela novos autores no panorama mundial. Fico muito feliz de participar deste programa e ser o único longa nacional selecionado este ano”, analisa Graziosi. “É interessante observar que texto de apresentação do filme no festival é lindo. Com poucas palavras, captou a essência do filme. Isso faz toda a diferença. Quando a gente acaba um filme e não o mostra é como se escrevêssemos um livro e o colocássemos em uma gaveta. Nosso primeiro espectador é um selecionador de um festival. É a primeira ponte entre nosso filme e o mundo. Estamos muito felizes”, completou o diretor. 

Obra narra a história do jovem arquiteto João Carlos Ribeiro de Almeida Neto (Irandhir Santos) que, às vésperas do nascimento do primeiro filho, descobre um cemitério clandestino na obra que executa em um terreno que pertenceu a seus familiares. A revelação mexe com sua rotina e desestabiliza sua vida. Questionando seu passado e suas origens, ele começa a reavaliar sua profissão, a cidade e sua relação com a família, incluindo a esposa grávida (Lola Peploe).

Com fotografia preto e branco e rodado em formato digital, Obra reafirma a força que a arquitetura tem para a obra de Graziozi e não por acaso passa no centro da cidade de São Paulo e tem locações como o Copan, Edifício Eiffel, Conjunto Nacional, Igreja da Consolação, Escola da Cidade, Complexo Desportivo Baby Barioni, Casa Baeta e Estação Pinacoteca, entre outros. 

Além de Irandhir Santos (de O Som ao Redor), Obra tem no elenco Julio Andrade (Não Pare na Pista) e a atriz inglesa Lola Peploe (A Rainha, de Stephen Frears). Afilhada de Bernardo Bertolucci e filha de Mark Peploe (roteirista de O Passageiro - Profissão: Repórter, de Michelangelo Antonioni), Lola foi assistente de direção de Os Sonhadores, de Bertolucci, e conheceu Graziosi no Festival de Locarno, em 2012, onde o diretor apresentava seu curta-metragem Monumento, que registra os detalhes da escultura Monumento às Bandeiras, de Victor Brecheret.

O elenco da trama conta ainda com Marku Ribas, Luciana Inês Domschke, Sabrina Greve, Turíbio Ruiz, Christiana Ubach, Marisol Ribeiro, Helena Albergaria, Vinicius Zinn, Fernando Coimbra, Donizete Mazonas, Ligia Franchini e Ravel Andrade. A direção de fotografia é de André Brandão. Mario Saladini e Vera Oliveira assinam a direção de arte e Cris Candido, os figurinos.