1. Usuário
Assine o Estadão
assine

O Código Da Vinci é sucesso mundial de bilheteria

Agencia Estado

22 Maio 2006 | 17h 00

O Código Da Vinci, filme de Ron Howard, arrecadou US$ 224 milhões em todo o mundo, informou a Columbia Pictures. Estrelado por Tom Hanks e adaptado do best-seller de Dan Brown, o filme transformou-se no segundo maior sucesso de bilheteria da história desde a estréia de Star Wars, em 1977, que arrecadou US$ 253 milhões, em todo o mundo. Nos Estados Unidos, o filme não bateu recorde de bilheteria da história, mas consagrou-se como a melhor estréia do ano. Com uma arrecadação de US$ 77 milhões, desbancou A Era do Gelo 2, do brasileiro Carlos Saldanha. O Código Da Vinci foi também a estréia de maior sucesso tanto de Hanks como de Howard. No Brasil o Código Da Vinci teve a maior abertura em renda dos últimos tempos, segundo a assessoria da Columbia, a distribuidora do filme, com uma arrecadação de R$ 9,8 milhões e um público de 1 milhão e 120 mil pessoas. A Columbia informa ainda que Código da Vinci tornou-se o quinto filme na história com abertura acima de 1 milhão de espectadores, sendo que teve classificação indicativa para 14 anos, enquanto os demais receberam classificação livre. Os quatro primeiros foram Homem Aranha, Homem Aranha II, Star Wars e Era do Gelo. O Código Da Vinci foi alvo de muitos artigos em diversos veículos de comunicação e um dos motivos foi a quantidade de protestos que gerou pelo mundo. O Código Da Vinci causou reações porque questiona dogmas da Igreja Católica. Defende a versão de que Jesus casou-se com Maria Madalena e que sua descendência chegou a nossos dias, protegida por uma poderosa sociedade secreta, e que a Igreja procurou esconder a verdade sobre a vida do Salvador. O longa bateu recordes também na Itália e na Espanha. "É uma surpresa fantástica para nós", disse Jeff Blake, da Sony Pictures. Nos Estados Unidos, o blockbuster Missão Impossível 3, com Tom Cruise, que liderou as bilheterias por duas semanas, ficou na terceira posição e arrecadou, até agora, mais de US$ 100 milhões. Em segundo lugar ficou Over the Hedge, produzido pela Paramount, que arrecadou US$ 37,2 milhões. Em quarto ficou Poseidon, com US$ 9,2 milhões, e em quinto RV, que rendeu US$ 5,1 milhões.

  • Tags: