1. Usuário
Assine o Estadão
assine


Morre o ator mirim Gary Coleman

28 Maio 2010 | 18h 00

Ator americano era famoso por seu papel na série de TV 'Minha Família é uma Bagunça'

LOS ANGELES (EFE/AP)- O ator americano Gary Coleman, famoso por seu papel na série de TV "Arnold", cuja carreira foi marcada por problemas de saúde e legais, morreu nesta sexta, 28, após sofrer uma hemorragia cerebral. Tinha 42 anos. O pequeno ator, cujo crescimento ficou atrofiado por uma enfermidade renal, era quem arrancava a maior parte das gargalhadas dos seguidores da série.

 

A porta-voz do hospital Utah Valley Regional, Janet Frank, disse que o respirador artificial que mantinha o ator com vida foi retirado e Coleman morreu ao meio-dia.

 

Segundo o site "TMZ", Coleman teria sido levado ao hospital com problemas na cabeça devido a uma queda. O ator foi internado em janeiro e fevereiro por, nas duas ocasiões, ter tido problemas no coração.

 

A série de televisão pela qual ficou famoso foi gravada entre o final dos anos 1970 e meados dos 1980, e também é conhecida no Brasil como "Minha Família é uma Bagunça". A série durou seis temporadas na NBC e duas na ABC e continua viva nos DVDs e no YouTube.

 

Em entrevista ao Los Angeles Times em 1979, sua mãe, Edmonia Sue Coleman, disse que ele sempre foi um ator engraçado desde pequeno. "Gary não memoriza tudo, tudo", disse o coprodutor e diretor Her Herb Kenwith ao jornal. "Seu poder de concentração é menor do que o de qualquer adulto que eu conheço".

 

Coleman teve problemas financeiros e legais além da doença renal que o obrigou a se submeter a diálises e a pelo menos dois transplantes. Como adulto, chegou a medir apenas 1,42 metros.

 

Vivia em Utah desde 2005. Coleman nasceu em 8 de fevereiro de 1968 em Zion, Illinois, perto de Chicago. Segundo sua mãe, sua doença renal foi diagnosticada quando tinha 2 anos e fez o primeiro transplante aos 5.