KAZUHIRO NOGI/AFP
KAZUHIRO NOGI/AFP

Meryl Streep se sentirá "lisonjeada" por interpretar Hillary Clinton

Candidata democrata à presidência dos EUA se pronunciou a favor do projeto de realização de sua biografia cinematográfica

EFE

24 Outubro 2016 | 10h19

A atriz Meryl Streep disse nesta segunda-feira, 24, que se sente lisonjeada pela possibilidade de interpretar Hillary Clinton em um eventual cinebiografia, depois que a candidata democrata se pronunciou a favor da ideia.

"Estou muito lisonjeada por ouvir isso. Mas teremos de esperar, posto que todos os seu grandes ganhos ainda estão por chegar", afirmou Meryl Streep, reconhecida simpatizante de Hillary Clinton, no Festival de Cinema de Tóquio.  

A atriz, que venceu o seu terceiro Oscar em 2012 pela interpretação da ex-primeira ministra britânica Margareth Thatcher em A Dama de Ferro, promove no evento japonês o filme Florence: Quem é Essa Mulher?, no qual encarna a soprano que ficou famosa no início do século 20 por suas pobres habilidades vocais. Para fazer seu papel no longa dirigido por Stephen Frears, Meryl Streep ensaiou durante meses com um preparador de ópera e, posteriormente, "destroçou" tudo o que aprendeu, segundo explicou. "Mas eu gostaria de chegar a ser cantora um dia, mesmo que não seja boa", admitiu no 29º Festival Internacional de Cinema de Tóquio, que ocorrer entre esta terça-feira, 25, e 5 de novembro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.