1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Jude Law desdenha da fama de galã no longa 'A Recompensa'

Pedro Caiado - Londres - Especial para o Estado de S. Paulo

06 Maio 2014 | 19h 02

Ator diz aproveitar a idade para viver papéis desafiadores

A Recompensa, novo filme do astro Jude Law, começa com uma cena na prisão, onde o protagonista, o delinquente Dom Hemingway, olha direto para a câmera e se gaba de suas façanhas sexuais. Nos próximos minutos, livre da prisão em que passou os últimos 12 anos, o vemos mordendo o rosto do homem que dormiu com sua esposa – em uma cena estilo Hannibal – e numa orgia regada a cocaína e prostitutas. Dom Hemingway traz Jude Law como o público nunca o viu.

"A historia é sobre um homem que se vê como um Elvis dos ladrões de banco, mas que na realidade é o oposto", disse o ator ao Estado durante o lançamento do filme, que estreia no Brasil no dia 15. "É um homem que não consegue controlar suas palavras e ações. Mas o filme é uma jornada sobre quem ele é na realidade. É chocante, vulgar, hilário, bêbado e poético", disse o ator de 41 anos.

::: Cultura Estadão nas redes sociais :::
:: Facebook ::
::  Twitter ::

Este é o retorno do ator inglês à cidade onde nasceu: Londres. "Quis viver Dom por seu humor e pelas páginas e páginas de monólogos, algo que geralmente encontramos em textos de teatro, e não nos de filmes", disse. "Em um mundo politicamente correto, não é frequente encontrarmos personagens tão diretos e rudes como ele", afirma.

 

 

Law esteve ligado à papéis de galãs a maior parte de sua carreira. Entretanto, com a idade, o britânico tem sido escalado para uma variedade de personagens bem mais interessantes, deixando o estereótipo do bonitão para trás. Uma escolha que começou desde que viveu Hamlet nos palcos em 2009, o papel mais desafiador de sua carreira, segundo ele. "Durante minha juventude, senti que as pessoas queriam me encaixar nessa categoria e, na realidade, eu não queria. Buscava papéis mais esquisitos. Certamente, nos últimos anos, tenho sentido essa liberdade, que é gratificante".

Law completou recentemente uma temporada interpretando Henry V, difícil texto de Shakespeare, nos palcos em Londres, competindo com o colega Tom Hiddleston que vivia a tragédia Coriolano no fim do ano passado.

Law confessa que viver Dom Hemingway em A Recompensa não parecia tão impensável. "Estava pronto para isso. Queria interpretar alguém ofensivo e desagradável assim. Tenho procurado um papel como este há algum tempo", disse, acrescentando que "Dom lembra personagens de Charles Dickens e Shakespeare, pois, apesar de vulgar, ele tem um incrível vocabulário".

Quando divulgava, em 2012, o filme Anna Karenina, Law já demonstrava a vontade de seguir esse caminho. "Sempre me sinto desconfortável e procuro por mais", disse ele na época. Porém, o ator revela que, para viver o grosseiro personagem, fez questão de se certificar de que estaria nas mãos certas. "Sabia que esse papel seria uma queda livre assim que me entregasse a ele, e precisaria ter pessoas certas ao meu redor", disse. O filme é dirigido pelo americano Richard Sheppard, mais conhecido por projetos na TV - como Betty A Feia e 30 Rock.

Largado. Um aspecto que se destaca no novo filme é que Law está notavelmente feio. Aos jornais britânicos, ele disse que a dieta rígida envolveu dez garrafas de Coca-Cola por dia. Ele explica; "Foi uma mistura de muita bebedeira, sorvete, hambúrguer e bastante cigarro. Eu me larguei. Nós precisávamos mostrar um corpo que estivesse de acordo com a vida que ele teve", disse o ator, que está completamente pelado em uma das cenas do filme. "Não fiquei envergonhado. Essa palavra não existe no vocabulário do Dom", disse.

Jude Law poderá ser visto também no filme O Grande Hotel Budapeste, de Wes Anderson. Mas veremos Sherlock Holmes parte 3 num futuro próximo? "Tive alguns encontros para discutir o roteiro, e sei que eles estão escrevendo um no momento", entrega.

  • Tags: