Christopher Smith/Invision/AP
Christopher Smith/Invision/AP

J.J Abrams escreverá e dirigirá nono episódio de 'Star Wars'

O primeiro filme da nova trilogia da franquia arrecadou US$ 2,06 bilhões em todo mundo

EFE

12 Setembro 2017 | 14h36

J.J. Abrams, o homem que comandou o primeiro filme do retorno de Star Wars ao cinemas depois de dirigir Star Wars: O Despertar da Força, substituirá Colin Trevorrow à frente do nono episódio da saga de George Lucas.

De acordo com o site oficial da franquia, Abrams completará a nova trilogia e será o coroteirista do filme junto com Chris Terrio, que venceu o Oscar de melhor roteiro adaptado em 2013 com Argo.

O nono episódio de Star Wars será produzido por Kathleen Kennedy, Michelle Rejwan, Abrams, Bad Robot e Lucasfilm.

"Com O Despertar da Força, J.J. conseguiu tudo o que desejávamos e estou entusiasmada que ele retornará para fechar a trilogia", indicou a presidente da Lucasfilm, Kathleen Kennedy.

Na última terça-feira, a Lucasfilm anunciou que decidiu de maneira conjunta com Trevorrow que ele não mais seria o diretor do episódio nove de Star Wars.

"Colin foi um maravilhoso colaborador ao longo do processo de desenvolvimento do filme, mas todos chegamos à conclusão que nossas visões para o projeto diferem. Desejamos a Colin o melhor e divulgaremos mais informações sobre esse filme rapidamente", indicou a Lucasfilm em um comunicado.

Os sites especializados Variety e The Hollywood Reporter indicaram que os problemas entre a Lucasfilm e Trevorrow podem ter relação com o roteiro do filme.

Trevorrow entrou no projeto de Star Wars em 2015 após ter obtido bastante sucesso pelo trabalho em "Jurassic World", que arrecadou US$ 1,67 bilhão em todo o mundo.

A saída de Trevorrow não é a primeira polêmica relacionada com a franquia. Em junho, Phil Lord e Christopher Miller foram demitidos como produtores do filme que contará as aventuras do jovem Han Solo, personagem que foi eternizado na primeira trilogia de Star Wars por Harrison Ford.

Ron Howard substituiu Lord e Miller na produção do filme.

Além disso, o filme Rogue One: Uma História Star Wars (2016), o primeiro "spin-off" da franquia, precisou chamar Tony Gilroy para rodar cenas extras para endireitar o projeto que não parecia seguir o melhor caminho sob a direção de Gareth Edwards.

O próximo filme da saga que chegará aos cinemas é Star Wars: Os Últimos Jedi, com lançamento previsto em dezembro deste ano, dando sequência à história contada em Star Wars: O Despertar da Força.

O primeiro episódio da nova trilogia da franquia arrecadou US$ 2,06 bilhões em todo mundo, se transformando no terceiro filme de maior sucesso da história, atrás apenas de Avatar (2009), com US$ 2,78 bilhões, e Titanic (1997), com US$ 2,18 bilhões. 

 

Mais conteúdo sobre:
Cinema Star Wars George Lucas Ron Howard

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.