REUTERS/Lucas Jackson
REUTERS/Lucas Jackson

Jimmy Kimmel abre Oscar 2018 com discurso franco sobre igualdade

Apresentador falou sobre Harvey Weinstein, igualdade de gênero, e o 'Envelopegate' de 2017

O Estado de S. Paulo

04 Março 2018 | 23h07

LOS ANGELES — Jimmy Kimmel abriu o Oscar 2018 com um monólogo que misturou piadas com Harvey Weinstein com comentários incisivos sobre a igualdade de gênero em Hollywood.

No Dolby Theatre, na noite deste domingo, 4, Kimmel mergulhou de cara no erro do ano passado, na entrega do Oscar de melhor filme.

"Quero dizer que, este ano, quando escutar seu nome, não se levante imediatamente", disse Kimmel. "Nos dê um minuto."

Enquanto gastou poucos momentos no "Envelopegate", ele passou mais tempo discutindo o assunto de assédios sexuais de maneira franca e sóbria. Ele também falou diretamente sobre o número baixo de diretoras mulheres na Academia e sobre igualdade de pagamento.

"Eu lembro um tempo em que os grandes estúdios não acreditavam que uma mulher ou uma minoria poderia liderar um filme de super herói — e eu me lembro disso porque esse tempo foi março do ano passado", disse o apresentador.

Ele também brincou sobre o tamanho dos discursos que os vencedores fariam, e chegou a anunciar que quem fizesse o discurso mais curto levaria para casa um jet ski avaliado em US$ 18 mil.

No tapete vermelho, broches e laços foram utilizados como forma de protesto pelas atrizes. / Com AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.