Jennifer Lawrence interpretará amante de Fidel Castro no cinema

A Sony espera contratar em breve um diretor para lançar o filme no final de 2017

EFE

21 Janeiro 2016 | 11h03

Jennifer Lawrence, que acaba de conseguir sua quarta indicação ao Oscar, interpretará Marita Lorenz, uma amante de Fidel Castro, em Marita, um filme com roteiro de Eric Warren Singer, coautor de Trapaça.

Segundo o site da emissora E!, o projeto, concebido como um drama romântico de espionagem, é do estúdio Sony Pictures e contará com Matt Tolmach, Scott Mednick, Andre Rouleau e a própria Lawrence como produtores.

O filme mostrará como Lorenz, aos 19 anos, iniciou um relacionamento amoroso com o líder da revolução cubana em 1959. Após conviver com Fidel, abandonou Cuba e se uniu à luta anticomunista nos EUA, onde foi recrutada pela CIA para cometer um assassinato.

Em 1960 retornou a Cuba para realizar a missão, mas se retratou por seu amor a Fidel.

Lorenz, que vive atualmente em Maryland, garante ter se relacionado também com um dirigente venezuelano, ter espionado diplomatas para o FBI na década de 1970 e ter se visto envolvida no assassinato de John F. Kennedy, segundo informa o site da revista The Hollywood Reporter.

Fontes dessa publicação sustentam que o projeto atraiu o interesse de todos os grandes estúdios de Hollywood, entre eles Warner Bros., Paramount e Fox. A Sony espera contratar em breve um diretor para lançar o filme no final de 2017.

Jennifer Lawrence completou recentemente a filmagem do drama de ficção científica Passengers, no qual atua ao lado de Chris Pratt.

Mais conteúdo sobre:
Oscar Fidel Castro Cuba FBI Hollywood

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.