1. Usuário
Assine o Estadão
assine

"Eu Tu Eles" vence "Oscar Brasileiro"

Agencia Estado

11 Fevereiro 2001 | 15h 09

Não houve surpresas na entrega do 2.º Grande Prêmio Cinema Brasil, o equivalente nacional ao Oscar. Eu Tu Eles, líder em indicações, concorrendo em dez categorias, saiu na noite de ontem do Palácio Quitandinha, em Petrópolis, no Rio, consagrado como o melhor filme de 2000. Representante do País no Oscar, cujos indicados serão anunciados terça-feira, o filme ainda arrebatou as estatuetas de melhor fotografia (para Breno Silveira), montagem e atriz. Emocionada, Regina Casé agradeceu as "Darlenes da vida". O Auto da Compadecida também levou quatro prêmios: de direção (para Guel Arraes), de roteiro, de lançamento de cinema e de melhor ator (para Matheus Nachtergaele). A equipe do filme só não saiu do Quitandinha mais contente porque na mesma noite o Filme B, boletim sobre o mercado cinematográfico, soltou edição revelando que Compadecida não é mais o líder no ranking dos filmes mais vistos desde a retomada do cinema brasileiro, em 1995. Depois de roubar o trono de Xuxa Requebra, acabou sendo superado por Xuxa Popstar (visto por 2.217.684 espectadores). Com público de 2.130.358 pessoas, a versão cinematográfica de minissérie da Globo só conseguiu manter o posto de número um de 2000. Os demais prêmios do Cinema Brasil foram divididos entre Castelo Rá-Tim-Bum (direção de arte), Villa-Lobos (trilha musical), Buena Vista Social Club (filme estrangeiro), A Invenção da Infância (média-metragem), Outros (curta), Almas em Chamas (animação), O Povo Brasileiro e Música do Brasil, que dividiram a estatueta de produção cultural de TV, A Muralha (série de TV), e 5 Sentidos e Minha Alma, vencedores na categoria vídeo. O prêmio especial Mário Peixoto ficou com a Riofilme. Vencedores do 2º Grande Prêmio Cinema Brasil Melhor Filme Eu, Tu, Eles, de Andrucha Waddington Melhor Atriz Regina Casé - Eu, Tu, Eles Melhor Ator Matheus Nachtergaele - Auto da Compadecida Melhor Diretor Guel Arraes - Auto da Compadecida Melhor Roteiro Guel Arraes, Adriana Falcão e João Falcão - Auto da Compadecida Melhor fotografia Breno da Silveira - Eu, Tu, Eles Melhor Montagem Vicente Kubrusly - Eu, Tu, Eles Melhor Trilha Sonora Sílvio Barbato - Villa-Lobos, Uma Vida de Paixão Melhor Direção de Arte Vera Hamburguer e Clóvis Bueno - Castelo Rá-Tim-Bum Filme Estrangeiro Buena Vista Social Club Melhor Curta-Metragem Outros - Gustavo Spolidoro Melhor Média-Metragem A Invenção da Infância - Melhor Animação Almas em Chamas Melhor Série de TV A Muralha - Maria Adelaide Amaral Produção Cultural TV Os Brasileiros e Música do Brasil Melhor Vídeo Cinco Sentidos e Minha Alma

  • Tags:

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo