Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Emma Watson deixa o cinema por um ano para se concentrar no feminismo

Cinema

Reuters

Cultura

ONU

Emma Watson deixa o cinema por um ano para se concentrar no feminismo

'Quero escutar o máximo de mulheres que puder', afirmou

0

EFE

19 Fevereiro 2016 | 16h57

WASHINGTON - A atriz britânica Emma Watson irá tirar um ano sabático do cinema para se concentrar no movimento feminista, segundo declara nesta sexta-feira em uma entrevista à publicação cultural nova-iorquina Paper Magazine.

"Ficarei um ano sem atuar para me concentrar em duas coisas: meu desenvolvimento pessoal é uma delas", disse Watson, que narra como se dedica a seu próprio cultivo intelectual, lendo um livro por semana com especial interesse nos estudos de gênero.

Watson, embaixadora da Boa Vontade de ONU Mulheres, envolveu-se recentemente em campanhas como HeForShe, que procura somar o compromisso dos homens para acabar com a desigualdade de gênero antes de 2030. "Pensei em ficar um ano fora do cinema para focar em estudos de gênero", explica a atriz.

"Quero escutar o máximo de mulheres que puder. É algo que estive fazendo por conta própria, através da ONU, na campanha 'HeForShe' e em meu trabalho em geral", repassa Watson.

A entrevista é narrada como uma conversa informal entre Watson e a prolífica escritora americana e ativista feminista Bell Hooks, e ambas trocaram experiências.

Watson também rememora seus primeiros passos como atriz, aos 9 anos, com o papel da estudante de magia Hermione na série cinematográfica Harry Potter, baseada nos romances de J.K. Rowling sobre o famoso mago. Segundo confessa a intérprete, que agora tem 25 anos, nessa época queria aparentar ser uma adolescente "muito mais cool" que seu personagem.

Mais conteúdo sobre:

Comentários