LOIC VENANCE/AFP PHOTO
LOIC VENANCE/AFP PHOTO

Em Cannes, de surpresa, Asghar Farhadi fala do novo projeto

Diretor iraniano que tem dificuldade em filmar em seu país vai rodar projeto na Espanha com Penelope Cruz, Javier Bardem e Ricardo Darín

Luiz Carlos Merten, O Estado de S. Paulo

19 Maio 2017 | 04h00

Tem gente que jura que a seleção de Cannes 2018 já está nascendo na Croisette – neste ano. Na quarta, 17, desembarcou de surpresa o iraniano Asghar Farhadi, de filmes premiados como A Separação e O Apartamento. Farhadi veio para a inauguração, e algumas atividades no mercado. Seu próximo filme, que ele pretende rodar no segundo semestre, será... em língua espanhola. Depois de O Passado, na França, o autor vai filmar na Espanha o “Untitled Farhadi Project”. E com um elenco de sonho: Penelope Cruz, Javier Bardem e... Ricardo Darín. Esse Farhadi sabe das coisas. Vai contar a história de uma família de vitivinicultores.

O filme vendeu como água no mercado. Na quinta à noite, M. Le Président, Pedro Almodóvar, foi prestigiar a abertura do Cinema na Praia. É uma das tradições de Cannes – filmes importantes, resgatados em cópias novas/restauradas e projetados ao ar livre. O da inauguração foi Tudo Sobre Minha Mãe, um Almodóvar de 1999 tão maravilhoso que, decorridos quase 20 anos, ainda é possível lamentar que não tenha recebido a Palma de Ouro. Outros filmes da seleção ‘da praia’ são Bugsy Malone, de Alan Parker; Missing, de Costa-Gavras; Carruagens de Fogo, de Hugh Hudson; M, de Fritz Lang, com música ao vivo.

A memória do cinema espanhol foi duplamente homenageada – Tudo Sobre Minha Mãe na Praia, El Sol del Membrillo no Palais, em Cannes Classics. A obra-prima de Victor Erice é um filme tão difícil de classificar quanto obra de gênio. Duplamente – do pintor e do cineasta. Um começo glorioso para Cannes Classics.

Encontrou algum erro? Entre em contato

0 Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.