1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Dois membros da Academia assumem que não viram '12 Anos de Escravidão'

Clarice Cardoso - O Estado de S. Paulo

08 Março 2014 | 11h 27

Anonimamente, eles disseram que acharam o tema do vencedor do Oscar 2014 muito ‘pesado’

Ao menos dois membros da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, que realiza o Prêmio Oscar, admitiram de forma anônima que votaram em "12 Anos de Escravidão" como melhor filme na última edição da cerimônia sem nunca ter visto o filme, informa o Los Angeles Times.

 

A justificativa dos dois membros da Academia é que eles ficariam "chateados" ao assistir ao longa. Ainda assim, "sentiram-se obrigados a votar no filme de Steve McQueen por conta de sua relevância social".

 

Durante a temporada de premiações, a produção fez campanha dizendo que "era a hora", e o diretor britânico disse mais de uma vez que Hollywood era mais propensa a eleger um filme sobre o Holocausto do que sobre a escravidão.

 

Em entrevista à Hollywood Reporter, uma mulher que não quis se identificar, e que é uma das que elege os melhores do ano, disse que "12 anos de Escravidão" tinha poucas chances por conta de seu tema. Afirmou ainda que não assistiu ao longa porque "não queria mais coisas terríveis em sua memória". "Nunca gostei de filmes com muita violência."

 

É difícil saber se os votos dos dois fazem diferença no total, já que a Academia tem mais de 6 mil membros votantes, mas dá sinais de que tipo de critérios são levados em conta na hora de eleger os melhores.