Vitrine Filmes
Vitrine Filmes

'Divinas Divas', dirigido por Leandra Leal, ganha prêmio de público em festival nos EUA

Documentário, que estreia em junho nos cinemas, e que venceu o South by Southwest (SXSW), recupera a trajetória dos primeiros travestis artistas no Brasil

O Estado de S. Paulo

20 Março 2017 | 11h09

O Documentário Divinas Divas, dirigido pela atriz Leandra Leal, foi anunciado neste sábado (18), como o vencedor de melhor filme em votação popular no festival South by Southwest (SXSW), nos Estados Unidos. “Estávamos concorrendo com o mundo inteiro, com filmes de ficção e levamos essa. Nós, o único filme brasileiro, dirigido por uma mulher”, postou à atriz em sua página do Facebook.

O documentário conta tom memorialístico e por meio de uma montagem, a luta por trabalho, das primeiras travestis artistas no Brasil, em plena ditadura, nos anos 1970: Rogéria, Jane Di Castro, Marquesa, Brigitte de Búzios, Camille K,, Fujica de Holliday e Valéria. O reduto que elas encontraram para mostrar que tinham talento, era no Teatro Rival, na Cinelândia, no Rio, que pertencia ao avô da Leandra Leal.

Divinas Divas começou sua carreira de prêmios, no Fest Rio, em 2016, quando venceu na votação popular. Depois veio o prêmio de público e de direção no Fest Aruanda do Audiovisual Brasileiro, em João Pessoa, em dezembro. Em janeiro deste ano, a atriz Leandra Leal foi homenageada no Festival de Tiradentes, em MG. “Muito obrigada a todas as minhas divas por doarem seus talentos, suas histórias e sua vida, e a toda galera que faz parte desse projeto sonho. Vamos muito mais longe e com muito amor”, agradeceu Leandra no seu Facebook.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.