Steve Crisp/Reuters
Steve Crisp/Reuters

Depois de suspender Harvey Weinstein, Bafta decide expulsar o produtor

Norte-americano recebeu várias denúncias de assédio sexual no ano passado

O Estado de S.Paulo

02 Fevereiro 2018 | 17h14

A Academia Britânica de Artes Cinematográficas e Televisivas (BAFTA) anunciou nesta sexta-feira, 2, que cassou o título de Harvey Weinstein, após a avalanche de denúncias de assédio sexual contra o produtor.

+++ Os efeitos do escândalo sexual que envolve o magnata do cinema Harvey Weinstein

"Depois da suspensão de Harvey Weinstein da BAFTA em outubro de 2017, a Academia o elimina formalmente de seu quadro de associados, em caráter imediato", afirma uma declaração oficial emitida nesta sexta-feira. "A cassação é o resultado de um processo com base na constituição da BAFTA."

+++ Abusos sexuais de Harvey Weinstein já eram tema de 'piadas'

Vale lembra que a polícia britânica ainda investiga as várias acusações contra Weinstein. Algumas, inclusive, são de 20 anos atrás.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.