Divulgação
Divulgação

Críticos dos EUA surpreendem e escolhem 'Mad Max' como melhor filme do ano

National Board of Review, com base em Nova York, tradicionalmente dá a partida na temporada anual de prêmios de Hollywood

Reuters

02 Dezembro 2015 | 13h47

NOVA YORK - O filme de aventura e ação Mad Max: Estrada da Fúria foi nomeado o melhor filme de 2015 nesta terça-feira, 1, pela National Board of Review, uma escolha surpreendente da organização com base em Nova York, cuja lista tradicionalmente dá a partida na temporada anual de prêmios de Hollywood.

O drama espacial Perdido em Marte ganhou um prêmio de melhor ator para Matt Damon e melhor diretor para Ridley Scott, além de ter sido nomeado um dos nove principais filmes do ano.

Os candidatos em potencial ao Oscar saíram contudo com as mãos vazias. O grupo conta com Steve Jobs, filme sobre o fundador da Apple, Brooklyn, saga de uma imigrante irlandesa e o muito aguardado Joy: O Nome do Sucesso, com Jennifer Lawrence.

Em vez disso, a Board of Review, organização de 100 anos, que conta com acadêmicos, cineastas, estudantes e profissionais, optou por histórias populares como Creed: Nascido para Lutar, um filme de boxe, Straight Outta Compton: A História do N.W.A., sobre música rap, e o thriller psicológico O Quarto de Jack entre os seus principais filmes do ano.

A Board of Review tem uma história de premiar filmes que não fazem parte dos favoritos. No ano passado, eles escolheram o drama independente O Ano Mais Violento como melhor filme.

Mais conteúdo sobre:
Cinema

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.