Evelson de Freitas/AE
Evelson de Freitas/AE

Cine Belas Artes faz retrospectiva até a sessão final

Entradas para as duas sessões disponíveis custarão R$ 4

Estadão.com.br,

09 Janeiro 2011 | 14h24

Antes de fechar as portas, no dia 27 de janeiro, o Cine Belas Artes fará uma retrospectiva com alguns dos filmes mais prestigiados já exibidos na sala.

Veja também:

link Belas Artes, o rolo final?

link Após 68 anos, Cine Belas Artes será fechado em SP

A lista inclui produções da China, Itália, França e Espanha. Serão dois horários, às 18h30, onde serão exibidos os Sucessos do Belas Artes, e 21 horas, dedicado aos Clássicos Cult. Os ingressos para ambas sessões custarão R$ 4.

A iniciativa é uma forma de agradecer aos frequentadores da sala, conhecida por exibir filmes que normalmente ficam de fora das seleções das grandes redes de cinema.

Confira a programação:

Dia 14

 

18:30h

As Bicicletas de Belleville (França, 2003; de Sylvain Chomet)

21:00h 

Amores Expressos (China, 1994; de Wong Kar-wai)

  

Dia 15

 

18:30h

Morte em Veneza (Itália, 1971; de Luchino Visconti)

21:00h

O Encouraçado Potemkin (Rússia, 1925; de Serguei Eisenstein)

 

Dia 16

 

18:30h

Paixão Selvagem (França, 1976; de Serge Gainsbourg)

21:00h

A Regra do Jogo (França, 1939; de Jean Renoir)

  

Dia 17

 

18:30h

Meu Tio (França, 1958; de Jacques Tati)

21:00h

Segunda-Feira ao Sol (Espanha, 2002; de Fernando León de Aranoa)

 

Dia 18

 

18:30h

O Ilusionista (EUA/República Tcheca, 1976; de Neil Burger)

21:00h

Música e Fantasia (Itália, 1976; de Bruno Bozzetto)

Dia 19

 

18:30h

(a confirmar)

21:00h

Lúcia e o Sexo (Espanha, 2001; de Julio Medem)

 

Dia 20

 

18:30h

Cría Cuervos (Espanha, 1976; de Carlos Saura)

21:00h

O Balão Vermelho (França, 1956; de Albert Lamorisse)

Dia 21

 

18:30h

(a confirmar)

21:00h

A Lei do Desejo (Espanha, 1987; de Pedro Almodóvar)

Dia 22

 

18:30h

Pai Patrão (Itália, 1977; de Paolo e Vittorio Taviani)

21:00h

Apocalypse Now (EUA, 1979; de Francis Ford Coppola)

Dia 23

 

18:30h

Gritos e Sussurros (Suécia, 1972; de Ingmar Bergman)

21:00h

O Passageiro – Profissão: Repórter (Itália, 1975; de Michelangelo Antonioni)

Dia 24

 

18:30h

Z (França, 1969; de Costa-Gravas)

21:00h

Quanto Mais Quente Melhor (EUA, 1959; de Billy Wilder)

Dia 25

 

18:30h

Crônica do Amor Louco (Itália, 1981; de Marco Ferreri)

21:00h

A Guerra dos Botões (França, 1962; de Yves Robert)

Dia 26

18:30h

Johnny Vai á Guerra (EUA, 1971; de Dalton Trumbo)

21:00h

Vestida Para Matar (EUA, 1980; de Brian de Palma)

 

Dia 27

18:30h

Possessão (Alemanha/França, 1981; de Andrzej Zulawski)

21:00h

A Malvada (EUA, 1950; de Joseph L. Mankiewicz)

Mais conteúdo sobre:
Belas Artes cinema

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.