Cães ganham reconhecimento com entrega do 'Oscar canino'

Cachorros da raça corgi que trabalharam no filme 'A Rainha' recebem troféu Fido de Melhores Cães Históricos

Reuters,

07 Outubro 2029 | 14h45

A atriz Helen Mirren já recebeu múltiplos prêmios pelo retrato que fez da rainha Elizabeth no filme "A Rainha". Agora os cães da raça corgi - um pequeno cão galês de corpo alongado - que contracenam com ela no filme foram premiados duplamente na cerimônia de entrega dos troféus Fido - o 'Oscar canino'.    Na primeira cerimônia mundial de premiação de astros de cinema caninos, realizada no Festival de Cinema de Londres no domingo, 28, os quatro corgis de A Rainha receberam o troféu de Melhores Cães Históricos e o troféu Melhor do Mundo.   "Sei que deveríamos evitar atuar com animais e crianças, mas foi um prazer trabalhar com esses bichinhos, e eles merecem aplausos por sua ótima performance", disse em comunicado Helen Mirren, que no momento está filmando nos Estados Unidos.   Os corgis pertencem à "caterer" aposentada Liz Smith, que vive perto de Ipswich, no leste da Inglaterra, e foi apelidada de Corgi Liz no set de filmagem de A Rainha. O sucesso deles nos Fidos eleva para 59 o número de troféus Oscar, Bafta e outros recebidos por A Rainha.   A raça corgi ganhou ainda mais destaque nos Fido quando American Travis, um corgi galês, foi considerado Melhor Cão Cômico, por Year of the Dog.   Os troféus foram entregues pelo diretor Hugh Hudson, indicado ao Oscar por Carruagens de Fogo, a atriz de filmes de James Bond Maryam D'Abo, a jornalista Carol Thatcher, o ator Christopher Biggins e a estilista Lulu Guinness.   Os troféus Fido foram idealizados pelo jornalista Toby Rose, que entrega o troféu Palme Dog no Festival de Cinema de Cannes, pela melhor performance canina do ano no cinema. "Os cães realmente saíram do frio, pois este é o primeiro evento deste tipo e a competição foi acirrada," disse Rose.   Em seus 55 anos de reinado, a rainha Elizabeth já teve 30 cães corgi.

Mais conteúdo sobre:
Prêmio Fido corgi

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.