Brasil participa da Mostra com 49 novos filmes

'Mutum', de Sandra Kogut, premiado no Rio e 'Deserto Feliz', premiado em Gramado

07 Outubro 2018 | 17h56

Há 49 produções brasileiras na seleção da Mostra deste ano. Além de O Passado, produção Brasil-Argentina, de Hector Babenco, que abre a mostra, vários filmes são aguardados por causa da boa repercussão em festivais.   Veja também: Especial da 31.ª Mostra   Mutum, de Sandra Kogut, foi premiado no Rio como melhor filme. Da mesma premiação, sagrou-se vencedor o ator João Miguel (Cinema, Aspirinas e Urubus) por Estômago, de Marcos Jorge, que também ganhou como melhor diretor. A cidade de São Paulo é personagem de A Via Láctea, de Lina Chamie (Tônica Dominante), que mostra a crise de um casal vivido por Marco Ricca e Alice Braga.   Primeiro longa de ficção do documentarista Chico Teixeira (Carrego Comigo), A Casa de Alice é o retrato de uma desestruturada família de classe média. A protagonista Carla Ribas vem conquistando prêmios, o último deles também no Festival do Rio.   Deserto Feliz, do pernambucano Paulo Caldas (Baile Perfumado), saiu de Gramado como o preferido da crítica e do público e levou outros cinco prêmios, como o de diretor.   O diretor de fotografia César Charlone (Cidade de Deus) estréia na direção ao lado de Enrique Fernández na co-produção entre Brasil e Uruguai O Banheiro do Papa. A lista de brasileiros inclui ainda nomes conhecidos como Murilo Salles (Nome Próprio) e Helvécio Ratton (Pequenas Histórias), entre outros.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.