REUTERS
REUTERS

Bill Murray recebe Prêmio Mark Twain e credita sucesso ao amor

Aos 65 anos, comediante de 'Feitiço do Tempo' e 'Três é Demais', disse que seu sucesso se baseou no amor por sua família

Reuters, O Estado de S. Paulo

24 Outubro 2016 | 20h32

O comediante Bill Murray foi condecorado com o Prêmio Mark Twain de Humor Norte-Americano em uma cerimônia repleta de astros no Kennedy Center no domingo, durante a qual amigos e colegas atores o louvaram pela alegria que ele vem dando a plateias de todo o mundo.

Murray, astro de 65 anos de filmes como "Feitiço do Tempo", "Ghostbusters – Os Caça-Fantasmas" e "Três é Demais", disse que seu sucesso se baseou no amor por sua família e pelas pessoas talentosas com que trabalhou durante mais de quatro décadas.

"Existe amor, é com isso que chegamos, é com isso que partimos. Eu amo você, vamos tentar repetir isso uns aos outros", disse Murray depois de receber o prêmio, batizado em homenagem ao escritor e humorista norte-americano do século 19.

O comediante, conhecido por sua espontaneidade e irreverência, levou a honraria, um busto de Twain, à plateia para que fosse passada de mão e mão.

"Só quando eu não puder mais vê-lo vou descer os degraus", disse Murray, nativo do Estado de Illinois, antes de encerrar o espetáculo cantando uma versão de "Sweet Home Chicago".

Murray recebeu o 19o Prêmio Mark Twain por ter um impacto na sociedade norte-americana semelhante ao de Twain. Entre os homenageados de anos anteriores estão Richard Pryor, George Carlin, Lily Tomlin, Neil Simon e Eddie Murphy.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.