Divulgação
Divulgação

Autópsia confirma suicídio de Tony Scott

Diretor de 'Top Gun' se jogou de uma ponte em Los Angeles no dia 19 agosto

Efe,

23 Outubro 2012 | 18h46

Os resultados preliminares da autópsia realizada no corpo do cineasta Tony Scott, diretor de Top Gun, confirmaram que ele se suicidou quando se jogou de uma ponte em Los Angeles.

O corpo de Tony Scott, irmão do cineasta Ridley Scott, foi encontrado sem vida nas águas da zona portuária da cidade norte-americana em 19 de agosto. Sua morte se deu por forte traumatismo e por afogamento, segundo a autópsia. Antidepressivos e soníferos foram encontrados em seu sangue.

O exame conclui ainda que o diretor, de 68 anos, não padecia de nenhuma doença. O informe final sobre a morte do diretor será publicado em duas semanas.

 

Mais conteúdo sobre:
Tony Scott

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.