(AP Photo, File)
(AP Photo, File)

Atriz vencedora do Oscar, Dorothy Malone morre aos 93 anos

A artista ficou conhecida pelos papéis no clássico melodrama "Palavras ao Vento" e na série de TV, "Peyton Place"

O Estado de S.Paulo

20 Janeiro 2018 | 07h59

A atriz norte-americana Dorothy Malone, ganhadora do Oscar nos tempos de ouro de Hollywood, morreu nesta sexta-feira, 19, aos 93 anos devido a causas naturais, em Dallas, sua cidade natal. A informação foi dada pelo seu agente de carreira, Burt Shapiro, e confirmada pela filha Mimi Vanderstraaten à imprensa local. Malone é considerada um ícone do cinema nos Estados Unidos por sua atuação em Palavras ao Vento (1956), clássico do gênero melodrama, que lhe rendeu a estatueta de melhor atriz coadjuvante.

Uma cena específica no filme, dirigido por Douglas Sirk, ficou na memória pelo sarcasmo e contraponto antológicos. Nela, interpretando uma ninfomaníaca, alcoólatra e herdeira de uma família milionária, Malone aparece feliz, fumando, bebendo whisky e dançando euforicamente um mambo, enquanto seu pai morre paralelamente de forma trágica. 

Dorothy Malone começou sua carreira ainda nos anos 1940, mas ficou famosa décadas depois. Estrelou também com Humprey Bogart, em À Beira do Abismo (1946), e foi protagonista de O Homem das Mil Caras (1957), O Gosto Amargo da Gloria (1958) e A Praia dos Amores (1963). Um ano depois, o papel como Constance Mackenzie, na famosa série de TV estadunidense Peyton Place (1964-1968), consolidou sua carreira nas telas. Seu último trabalho foi uma tímida participação em Instinto Selvagem (1992), película cuja a famosa cena da cruzada de pernas da atriz Sharon Stone marcou o erotismo no cinema.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.