1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Relação da literatura com outras artes

Ubiratan Brasil - O Estadao de S.Paulo

05 Junho 2008 | 00h 00

Na Flip, haverá encontro das letras com cinema, futebol, quadrinhos e psicanálise

A literatura continua continua como essência, mas a sexta edição da Festa Literária Internacional de Paraty, a Flip, que ocorre entre 2 e 6 de julho, vai abrir o leque e promover o diálogo da palavra escrita com o cinema, a psicanálise, a música, o futebol e os quadrinhos. ''Não se trata de um desvio de rota, apenas intensificar a relação da literatura com outras atividades'', justificou Flávio Moura, novo diretor de programação. Assim, as 20 mesas (confira a formação e as datas ao lado) vão promover debates instigantes. É o caso, por exemplo, do encontro entre o escritor brasileiro João Gilberto Noll e a cineasta argentina Lucrecia Martel. ''Enquanto Noll promove experimentos ousados e inventivos de linguagem, Lucrecia é uma diretora que deixa evidente a criatividade narrativa, alternando tempo e espaço em seus filmes'', argumenta Moura. A cineasta fará, ainda, workshop ao lado de Karim Ainouz. O autor e quadrinista Neil Gaiman, por exemplo, célebre pela criação do personagem Sandman, é um exemplo. ''Ele vai debater com Richard Price, ambos dois criadores que não se encaixam unicamente em um gênero.'' Price, aliás, chega com a condição de um dos grandes nomes do jornalismo americano, cuja forma de trabalho quebra moldes e dialoga com a moderna prosa americana. E, pela primeira vez, a Flip terá representantes da Itália e Alemanha, Alessandro Baricco e Ingo Schulze. O primeiro participa de um encontro com Contardo Caligaris e o tema será a prosa italiana. Já Schulze conversa com Modesto Carone e Rodrigo Naves sobre formas breves. Escritor homenageado, Machado de Assis será lembrado de forma equilibrada. ''Não havará uma comemoração definitiva, o que já vem acontecendo ao longo do ano'', avisa Moura. Mesmo assim, a discussão será apurada - começa com uma conferência de Roberto Schwarz, que vai utilizar um ensaio ainda inédito para debater a obra Dom Casmurro. Em seguida, acontecerá uma mesa que vai reunir Sérgio Paulo Rouanet, que organiza a correspondência de Machado, a ser publicada no segundo semestre; Flora Süssekind, que prepara um ensaio sobre os antecedentes do escritor (seus predecessores, o ambiente onde vivia); e Luiz Fernando Carvalho, diretor de cinema e TV que prepara uma adaptação de Dom Casmurro, chamada Capitu, a ser exibida pela Globo também no segundo semestre. Os ingressos começam a ser vendidos a partir do dia 10, pela internet. Para a Tenda dos Autores, o valor será R$ 25 e, para a Tenda da Matriz, R$ 7. Informações no site www.flip.org.br.

  • Tags:

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo