Persona

Motoqueiros Convencido de que muita gente, em São Paulo, dirige com medo dos motoqueiros, o deputado estadual (e coronel) Edson Ferrarini (PTB) apresentou projeto na Assembléia propondo que todos os condutores de moto sejam obrigados a andar com um colete que traga, nas costas, de bom tamanho, o número da placa. Isso facilitaria sua identificação e inibiria os abusos no trânsito. A Associação Brasileira de Motociclistas (Abram) entende que a idéia chegou tarde. Segundo seu presidente, Lucas Pimentel, a resolução 219 do Contran já tornou obrigatório o uso, em todo o País, de um colete com elementos retrorrefletivos (que brilham com a luz). O problema é que a regulamentação de seu uso, por lei , tem de ser feita pelos municípios. Uma outra resolução, a 241, exige que as placas das motos sejam também retrorrefletivas a partir de 2008. É uma guerra que só tende a crescer. O Brasil tem 10 milhões de motociclistas e só de janeiro a julho deste ano foram vendidas mais 800 mil motos. São Paulo tem 600 mil motocicletas, que se envolvem, na média, em 50 acidentes por dia. Em 2006, eles resultaram em 370 mortes. Palco Romance sobre uma paixão destruída pela aids, Risco de Vida, de Alberto Guzik, interessou ao diretor Gerald Thomas, que trabalha agora em uma adaptação para o teatro. A a estréia deve acontecer no próximo ano, em Nova York. Tela grande Luciane Gorgulho, diretora do Departamento de Economia da Cultura do BNDES anunciou oficialmente durante evento no Festival do Rio, a criação de cinco novos Funcines, (Fundos de Financiamento da Indústria Cinematográfica Nacional). Entre eles o Funcine Lacan-Downtown Filmes, que contará com investimento inicial de R$ 8 milhões do BNDES. É o primeiro fundo voltado para uma distribuidora brasileira, com a proposta de atuar na aquisição de direitos e cotas patrimoniais de filmes brasileiros em conjunto com a Downtown, de Bruno Wainer. No ar Abílio Diniz é o mais novo reforço na equipe de apresentadores da recém-inaugurada Record News. O empresário foi convidado, aceitou e até já gravou uma primeira participação no programa Estilo e Saúde, que a tevê do bispo Edir Macedo mostra de segunda a sexta, entre 8h30 e 9h00 da manhã. Diniz terá um quadro de 10 a 15 minutos, uma vez por semana, em que falará do que gosta: cuidados físicos, esporte, alimentação, combate ao stress. Na primeira gravação, anteontem, conta a apresentadora Tatiana Chiari, ele deu duas receitas de viver bem: cada um precisa valorizar as coisas que faz e ter muita, muita disciplina. Ele, por exemplo, acha tempo para fazer exercícios três vezes ao dia. Rap ecológico Rapper pacifista, Michael Franti desembarca no Brasil com o seu Spearhead para realizar aqui, em dezembro, uma edição especial do Power to the Peaceful, um festival engajado de música que chama a atenção para a pobreza e desigualdade social. Mais do que discutir o tema, o festival, realizado na Califórnia desde 1999, tenta inspirar as pessoas a se engajar em trabalhos comunitários. Por aqui, Franti conta com Seu Jorge nesta cruzada, que se reveza com ele e com o grupo AfroReggae e representantes de ONGs no palco principal, no Parque Burle Marx. Além das atrações musicais, haverá uma aula coletiva de ioga e uma feira de produtos orgânicos. Toda a renda obtida com a venda dos ingressos será revertida para projetos sociais, como Casa do Zezinho e Biblioteca Êxodos. O lixo produzido pelo festival será reciclado e, prometem os organizadores, 100% da emissão de carbono, compensada. No dia seguinte, Michael Franti leva convidados para um show no Capão Redondo. Economistas Do ex-ministro da Justiça Saulo Ramos - que, no governo José Sarney, deu formato jurídico às inovações de vários economistas para os planos Cruzado I e Cruzado II -, sobre sua experiência com esses profissionais: ''''Observo algo interessante em relação aos economistas: eles passam metade do tempo prevendo os acontecimentos futuros e a outra metade justificando por que nada do que previam aconteceu''''. Está no best-seller do ex-ministro, Código da Vida. Cine na praça A Cosipa promoverá sessões de cinema de graça em Cubatão, município da Baixada Santista que não tem nenhuma sala de exibição. Patrocinado pela Cosipa e a Usiminas, por meio da Lei de Incentivo à Cultura, o projeto Cine na Praça Cosipa apresentará sucessos nacionais, em sessões gratuitas ao ar livre, de sexta a domingo, começando neste fim de semana. Adaptada, a Praça da Independência vai acomodar cerca de 700 pessoas que acompanharão filmes como Dois Filhos de Francisco, Castelo Rá-Tim-Bum e Saneamento Básico. Negócios Comandado por Roberto Giannetti da Fonseca, o chefão das relações internacionais da Fiesp, um grupo de mais de 20 empresários brasileiros encontra-se hoje, em Los Angeles, com o bilionário indiano-americano Vinod Khozma, um entusiasta da bioenergia. O grupo foi recebido no domingo pela embaixadora Tereza Quintella, cônsul do Brasil em Los Angeles. Esteve ontem na Paramount Pictures e vai ainda ao Vale do Silício e a Seattle, onde falará com o vice-governador de Washington, Brad Owen. Na sacola, idéias de negócios em áreas como biotecnologia, portos, aviação, tecnologia da informação, cinema e Terceiro Setor. miúdas A cineasta Tata Amaral fala hoje na Ovo (R. Gomes de Carvalho, 830) sobre a construção cinematográfica da São Paulo que serve de cenário a seu filme mais recente, Antônia. Reestréia hoje, no Teatro Folha, a peça Eu te Darei o Céu, de Nanna de Castro, com os atores Matheus Rocha e Nany di Lima. A direção é de Luiz Antônio Rocha. Com um debate do organizador Ludwig Lauerhass, do brasilianista José Luiz Passos, do jornalista e escritor Marcelo Coelho e do escritor e bibliófilo José Mindlin, acontece hoje, às 19h30, na Livraria da Vila da Alameda Lorena, o lançamento do livro Brasil: Uma Identidade em Construção (Ática). A Cultura Inglesa promove, a partir das 20 horas, a leitura de poesias com a participação dos atores Francisco Cuoco e Etty Fraser, além do grupo Furunfunfum e de crianças da Associação Meninos do Morumbi e da Creche Lar da Bênção Divina. No Centro Britânico, localizado na Rua Ferreira de Araújo, 741. Cicialia Peruzzo lança hoje, na Livraria Martins Fontes da Avenida Paulista, a partir das 19 horas, o livro Televisão Comunitária - Dimensão Pública e Participação Cidadã na Mídia Local (Mauad). Eustáquio Gomes e Juan Manuel Casado falam hoje, às 19h30, sobre a trajetória do artista Bernardo Caro que será homenageado em exposição retrospectiva que abre amanhã, no Instituto Cervantes. Coordenação Ubiratan Brasil Colaboração Chris Mello Gabriel Manzano Filho Patrícia Villalba Produção Claudete de Lara

persona.estado@grupoestado.com.br, O Estadao de S.Paulo

03 Outubro 2007 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.