1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Paço das Artes perde sede na Cidade Universitária em abril

- Atualizado: 19 Janeiro 2016 | 20h 37

Instituto Butantan vai retomar edifício na USP; programação da instituição será transferida para a Oficina Cultural Oswald de Andrade e para o MIS

A Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo anunciou nesta terça-feira, 19, por meio de nota, que o Paço das Artes terá sua programação transferida para o Museu da Imagem e do Som (MIS) e para a Oficina Cultural Oswald de Andrade a partir de abril. "A solução será adotada enquanto a Secretaria busca outra sede para o museu, uma vez que a atual, localizada na Cidade Universitária, será devolvida ao Instituto Butantan, proprietário do edifício, que está remodelando sua estrutura física para dar lugar à fábrica da vacina brasileira da dengue", afirmou o órgão do governo estadual. Como parte da iniciativa, a retrospectiva da obra da artista Lenora de Barros já está agendada para ser inaugurada em abril na Oficina Oswald de Andrade. O Paço das Artes encerra suas atividades na Cidade Universitária em 27 de março.

Fachada do Paço das Artes na Cidade Universitária

Fachada do Paço das Artes na Cidade Universitária

Segundo a Secretaria de Cultura, o Instituto Butantan está há oito anos solicitando a retomada de seu prédio utilizado pela instituição cultural criada em 1970 e vinculada ao governo do Estado de São Paulo. Dirigido por Priscila Arantes, o Paço das Artes  é administrado pela Organização Social (OS) Associação do Paço das Artes Francisco Matarazzo Sobrinho, também responsável pelo MIS. Desde sua inauguração, como está na nota oficial, a instituição já ocupou locais diferentes como na Avenida Paulista, na Pinacoteca do Estado e no MIS.

A Secretaria afirma através de sua assessoria de imprensa que o Paço das Artes não será extinto. A instituição confirma a realização, entre 28 de janeiro e 27 de março, das já anunciadas exposições do cineasta Harun Farocki e da Temporada de Projetos 2016 - 1.ª Etapa no prédio da Avenida da Universidade, 1, na Cidade Universitária. Será também inaugurada em 2 de fevereiro a exposição Antigos Artefatos, organizada por Inês Raphaelian, e será prorrogada no local a mostra Títulos, do artista Thiago Honório. 

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em CulturaX