1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Obras e mostras do Museu Afro Brasil estão disponibilizadas na internet

- Atualizado: 01 Fevereiro 2016 | 16h 33

Parceria com o Google possibilita realizar visitas virtuais pela instituição, abrigada no Parque do Ibirapuera

Uma parceria realizada entre o Museu Afro Brasil e o Google Cultural Institute disponibiliza agora na internet mais de 100 obras da coleção da instituição, abrigada no Pavilhão Padre Manoel da Nóbrega do Parque do Ibirapuera, em São Paulo.

O público pode fazer visitas virtuais ao Afro Brasil por meio do Street View, que capturou imagens em 360 graus do acervo e de algumas das exposições temporárias e de longa duração apresentadas no local. Entre os destaques da galeria virtual, estão as fotografias de Alfred Weidinger exibidas na mostra Espírito da África ­- Os Reis Africanos.

Obra do fotógrafo Alfred Weidinger exposta no Museu Afro Brasil 

Obra do fotógrafo Alfred Weidinger exposta no Museu Afro Brasil 

Outras atrações são os registros da exposição Arte, Adorno, Design e Tecnologia no Tempo da Escravidão, que ficou em cartaz por dois anos no museu, assim como de O Banzo, O Amor e a Cozinha de Casa, individual do artista Sidney Amaral.  O projeto também é uma oportunidade de conhecer as peças da coleção da instituição, inaugurada em 2004 a partir da doação do acervo particular do artista e diretor-fundador do Afro Brasil, Emanoel Araujo.

Vista da exposição 'Arte, Adorno, Design e Tecnologia no Tempo da Escravidão'

Vista da exposição 'Arte, Adorno, Design e Tecnologia no Tempo da Escravidão'

  

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em CulturaX