EFE
EFE

Morre o pintor mexicano Arturo García Bustos, discípulo de Frida Kahlo

O premiado artista estava com 90 anos

EFE

08 Abril 2017 | 13h01

Pintor, gravador e muralista, Arturo Garcia Bustos, que foi discípulo de Frida Kahlo e assistente de Diego Rivera, morreu na sexta-feira, 7, aos 90 anos, informou o Ministério da Cultura do Governo do México. 

Ainda jovem Arturo ingressou na Taller de Gráfica Popular, onde participou das atividades artísticas mais importantes do país ao lado de nomes como Leopoldo Mendez, Pablo O'Higgins, Alfredo Zalce, Ignacio Aguirre e ouros mestres gravadores, disse a instituição em um comunicado. "Se tratou de um artista comprometido com as lutas humanistas e as ideias libertárias dos povos latino-americanos, cuja temática foi motivo de muitas de suas obras gráficas."

Foi membro fundador do Salão de Ates Plásticas Mexicana do Instituto Nacional de Belas Artes (INBA), onde participou de inúmeras exposições e recebeu diversos prêmios. 

 

Mais conteúdo sobre:
Frida Kahlo Diego Rivera

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.