Mario Ruiz/ EFE
Mario Ruiz/ EFE

Kate Moss inaugura exposição de moda no Chile e homenageia a atriz Daniela Vega

Modelo britânica foi a anfitriã da cerimônia de abertura

EFE

11 Abril 2018 | 09h18

A modelo britânica Kate Moss inaugurou nesta terça-feira, 10, a exposição Sendo o Futuro no Museu da Moda de Santiago, evento para o qual convidou pessoalmente a atriz transexual chilena Daniela Vega.

Moss foi a primeira a visitar as instalações, que aborda as mudanças estéticas nas vestimentas de dois períodos históricos de abruptas mudanças sociais e tecnológicas.

O primeiro desses períodos, compreendido entre 1889 e 1918, coincide com a Exposição Universal de Paris e o começo da Primeira Guerra Mundial, respectivamente. O segundo começa com a queda do muro de Berlim em 1989 e se estende até o presente.

A curadora da exposição, Lydia Kamitsis, explicou à Agência Efe que a intenção da mostra é colocar em perspectiva o "valor estilístico" desses dois períodos, assim como "o impacto que o rápido progresso tecnológico teve na moda".

Moss foi a anfitriã da cerimônia de abertura, uma oportunidade que também aproveitou para percorrer o Chile nos últimos dias, nos quais passou por pontos turísticos como a cidade litorânea de Valparaíso e o deserto do Atacama.

Além disso, a modelo se tornou embaixadora do museu, título que propôs ceder - já que não reside no país - à atriz transexual Daniela Vega, protagonista de Uma Mulher Fantástica, longa-metragem vencedor do Oscar de melhor filme estrangeiro.

Ao contrário de Moss, que não fez declarações à imprensa por não falar espanhol, Vega agradeceu pelo convite e pela entrega do título e anunciou que doará à instituição vários dos vestidos que utilizou nos últimos meses após o sucesso do filme. 

 

Mais conteúdo sobre:
Kate Moss Daniela Vega

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.