Scala, Florença
Scala, Florença

Estudioso descobre 'dente do pecado' na Pietà de Michelangelo

Fato simboliza que Jesus leva consigo os pecados do mundo

Ansa

18 Março 2017 | 12h34

A Pietà, famosa escultura do italiano Michelangelo que se encontra na Basílica de São Pedro, em Roma, é repleta de simbolismos e significados ocultos, como vários dos trabalhos do artista italiano. Mesmo assim, nem os mais apaixonados por arte devem ter percebido a simbologia presente em um dos dentes de Cristo na obra.

Na realidade, o detalhe, imperceptível para quase qualquer pessoa, mas intrigante assim que é descoberto, trata-se de um dente a mais na boca de Jesus, um quinto incisivo central, considerado o "dente do pecado" na época (século 15), mas chamado pelos dentistas atualmente de mesiodens, o dente supranumerário mais comum. Mas porque Jesus Cristo teria um incisivo a mais? De acordo com o historiador de arte Marco Bussagli, da Academia de Belas Artes de Roma, a razão seria que Michelangelo queria mostrar na escultura que Cristo assumia para si todos os pecados do mundo.

"A ideia de um quinto incisivo como o dente do pecado em realidade é anterior a Michelangelo, o exemplo mais antigo é a Pietà de Lorenzo Salimbeni", disse o italiano durante uma leitura inaugural do 28º Congresso Internacional de Odontologia e Saúde Oral, realizado na cidade de Rimini pela Società Italiana di Parodontologia e Implantologia. Além de Michelangelo, que utilizou [o quinto dente] em alguns dos rostos do [afresco] 'O Juízo Final' [da Capela Sistina], o símbolo também aparece nas ilustrações de [Sandro] Botticelli do demônio da 'Divina Comédia'", afirmou Bussagli. (ANSA) 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

0 Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.