Etienne Laurent/EFE
Etienne Laurent/EFE

Escultura considerada obscena pelo Louvre é exposta no Pompidou

O artista Joep Van Lieshout disse que sua escultura 'Domestikator' representa a da Terra por humanos e a evolução de robôs

AP

18 Outubro 2017 | 20h14

Uma grande escultura considerada muito obscena para ser exposta nos jardins do Louvre encontrou uma nova casa em Paris: o Centro Pompidou.

A escultura foi revelada na terça na frente do museu de arte moderna. Feita de contêineres, ela sugere uma cena de sexo entre duas pessoas.

Masp abre exposição só para maiores de 18 anos

O artista Joep Van Lieshout disse à AP que sua escultura, que ganhou o título de Domestikator, representa a domesticação da Terra por humanos e a evolução de robôs.

A escultura deveria ser exposta durante um festival de arte contemporânea nos jardisn Tuileries, ao lado do Louvre.

Pierre Bachelot, da Carpenter's Workshop Gallery, que represents Van Lieshout, disse que a direção do Louvre "achou que ela poderia chocar" os visitantes. Bachelot said: "Isso é arte, então você deve abrir a sua mente".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.