Assine o Estadão
assine

Cultura

Francis Bacon

Cinco obras de Francis Bacon são furtadas da casa de seu herdeiro, em Madri

Peças são avaliadas em 30 milhões de euros

0

EFE

14 Março 2016 | 09h06

Cinco obras de Francis Bacon, um dos artistas contemporâneos mais famosos do mundo, foram furtadas da residência, em Madri, de um amigo e herdeiro do pintor irlandês, que morreu na capital espanhola em 1992, informou no domingo, 13, o jornal El País. Segundo a publicação, este foi o maior furto de obras de arte contemporânea ocorrido na Espanha nas últimas décadas.

O proprietário das obras, avaliadas em 30 milhões de euros, de acordo com o jornal, é identificado com as iniciais J. C. B., de 59 anos, disse que recebeu as pinturas como herança do artista. O furto aconteceu em junho do ano passado, e desde então um tribunal de Madri investiga o paradeiro das mesmas tanto dentro como fora da Espanha, embora acredite que ainda não tenham saído do país. Segundo o El País, o furto foi rápido e silencioso – os ladrões aproveitaram a ausência do dono do imóvel.

 

 

Mais conteúdo sobre:

Comentários