1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Chicago aluga quarto que recria a 'Casa Amarela', de Van Gogh

- Atualizado: 11 Fevereiro 2016 | 11h 41

Na exposição 'Os Quartos de Van Gogh', dormitório é recriado em três dimensões e em tamanho real

Réplica do quarto do famoso quadro 'casa amarela', de Van Gogh
Réplica do quarto do famoso quadro 'casa amarela', de Van Gogh

O Instituto de Arte de Chicago oferece a possibilidade de dormir em uma réplica do quarto do famoso quadro "casa amarela" em Arles (sul da França), pintada pelo mestre holandês Vincent Van Gogh. Como parte da nova exposição Os Quartos de Van Gogh, surgiu a ideia de recriar o ambiente em três dimensões e em tamanho real, informou a imprensa local. 

Para alcançar tal semelhança, o Instituto de Arte contratou uma equipe de empresa de Leo Burnett, que dedicou quatro semanas para reproduzir a famosa dependência. 

A única licença que tomaram foi a de, em vez de uma cama de solteiro como Van Gogh pintou, colocaram uma de casal. 

Assim, o quarto de um apartamento em North River, na cidade de Chicago, no século 21, foi transformado para transportar o ocupante do século 19, uma França que fascinou Van Gogh. 

De acordo com a porta-voz do museu, Amanda Hicks, o quarto é uma "maneira criativa" de estender a história sobre o lado humano de Van Gogh, "um cenário da vida real". 

O quarto pode ser alugado por um preço de US$ 10 através do site Airbnb, mas é muito difícil conseguir fazer uma reserva, uma vez que a demanda é muito alta e não há lista de espera. A exposição como um todo tem 36 obras do pintor pós-impressionista, que serão exibidos até 10 de maio. 

 

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em CulturaX