Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Cultura

Cultura » Às vésperas dos 84 anos, o bom e velho Willie Nelson está de volta à estrada. E com álbum novo em abril.

Música

Às vésperas dos 84 anos, o bom e velho Willie Nelson está de volta à estrada. E com álbum novo em abril.

Cultura

WILLIE NELSON

Às vésperas dos 84 anos, o bom e velho Willie Nelson está de volta à estrada. E com álbum novo em abril.

Recuperado de uma forte gripe que o deixou de cama e impossibilidado de cumprir parte de sua agenda de shows, Willie Nelson foi o ponto alto do San Antonio Stock Show & Rodeo, na última quinta-feira. Do alto de seus 83 anos, o velho cowboy fez um concerto impecável e mostrou estar pronto para continuar na estrada por muito tempo ainda. Em 28 de abril, um dia antes de completar seu 84º aniversário, Willie lançará mais um álbum, "God's Problem Child". Na semana passada, Willie foi premiado com um Grammy por seu álbum "Summertime: Willie Nelson Sings Gershwin".

Carlos de Oliveira

20 Fevereiro 2017 | 15h30

Às vésperas de completar 84 anos, Willie Nelson, cantor, compositor, escritor, ator, poeta, ativista, herói do Texas e próspero empresário no ramo da cannabis, andou pregando sustos em sua legião de fãs no mundo todo. Este início de fevereiro não foi nada fácil para o ídolo country e contumaz outlaw. Complicações de uma forte gripe obrigaram Willie a cancelar concertos importantes em Sahuarita, no Arizona, e em Albuquerque, no Novo Mexico, nos dias 10 e 11.

Willie Nelson durante concerto em San Antonio, Texas:

Willie Nelson, 83 anos, durante concerto no San Antonio Stock Show & Rodeo, no Texas: retorno aos palcos depois de forte gripe.

Boa notícia – Antes disso, ele já havia cancelado apresentações pré-agendadas para os dias 6, 7 e 8 no Buck Owens’ Crystal Palace, em Bakersfield, Califórnia. Mas finalmente, e felizmente, no último dia 14 uma notícia alentadora: seu filho Lucas anunciava que seu pai estava de volta à estrada. Quinta-feira passada, exatamente às 21h30, Willie e sua banda, a Family, pisaram o palco do AT & T Center para delírio do público presente ao San Antonio Stock Show & Rodeo.

god's problem, novo álbum a ser lançado em 28 de abril.

“God’s Problem Child”, novo álbum de Willie Nelson a ser lançado no dia 28 de abril.

"Summertime: Willie_Nelson_Sings_Gershwin", prêmiado com o Grammy.

“Summertime: Willie Nelson Sings Gershwin”, álbum premiado com um Grammy.

“Pés no chão” – Com a casa cheia, Willie foi aplaudido de pé e tratado com reverência por uma audiência fiel por gerações. Se uma única frase pudesse resumir a vida do ídolo hoje em dia, ela seria retirada de sua canção Me and Paul, que diz: It’s been rough and rocky travelin’, but I’m finally standing upright on the ground. Algo como ‘foi uma viagem dura e pedregosa, mas finalmente estou com meus pés de volta no chão’.

Preocupação – Havia uma grande preocupação entre os fãs de Willie em relação ao seu estado de saúde. Muitas emissoras de rádio da chamada ‘América profunda’ reportavam o grave resfriado que exigia muito repouso por parte do ídolo octogenário. Mas nem todas as notícia sobre Willie eram preocupantes.

Ouça A Woman’s Love, música do novo álbum de Willie Nelson, a ser lançado em abril:

Grammy e novo álbum – No domingo anterior ao show em San Antonio, durante a cerimônia de entrega do Grammy Awards, Nelson ganhou o prêmio na categoria vocal pop tradicional com o álbum Summertime: Willie Nelson Sings Gershwin.  Mais: nessa mesma semana, lançou o clip de uma nova canção,  A Woman’s Love, do álbum God’s Problem Child, a ser lançado em 28 de abril e já em pré-venda na Amazon por  US$ 10,93 (MP3), US$ 11,78 (CD) e US$ 18,04 (vinil), fora o frete.

Willie abraçado a Trigger, seu velho violão Martin, com mais de 50 anos de uso.

Willie Nelson abraçado a Trigger, seu velho violão Martin N-20, com mais de 50 anos de uso.

Trigger – Com seu chapéu castanho de cowboy, ele abriu o concerto de quinta-feira com Whiskey River. A voz anasalada de sempre soava bem, firme, assim como seus solos cromáticos em seu surrado e fiel Trigger, o violão Martin N-20 com cordas de nylon comprado de segunda mão e usado há mais de 50 anos. Em seguida, tocou Still is Still Moving to Me, uma espécie de ode cigana, e Beer For My Horses, suficientes para que todos cantassem junto com ele.

“Crazy” – E prosseguiu com Good Hearted WomanMammas Don’t Let Your Babies Grow Up to be Cowboys. Mais quinze minutos e Willie passou para Funny How Time Slips Away, um blues sombrio que serviu de trampolim para CrazyNight Life. Os aplausos ritmados só diminuíram de intensidade quando sua irmã Bobbie Lee Nelson, tecladista da Family, iniciou um interlúdio de piano.

Tranças – Mais tarde, já sem de seu chapéu de cowboy e com suas duas longas tranças sobre o peito, cantou My Home in San Antone, a última canção da noite. Willie nasceu em 29 de abril de 1933, em Abbot, mas a julgar pela reação entusiasmada do público, a canção final do concerto lhe deu o direito de ser também um cidadão de San Antonio.

 

Mais conteúdo sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato