Falta visão

Falta visão

Oscar Quiroga

23 Outubro 2012 | 07h06

23-10-12 – terça-feira – Das 7h06 até 23h28, horário de verão de Brasília, a Lua que cresce em Aquário está em quadratura com Mercúrio. No mesmo período, Sol e Netuno em trígono.

Sobra preguiça, sobra cobiça e falta boa vontade, dinâmica e capacidade de compreender que ocupar um lugar na civilização não é algo que sirva ao proveito próprio, mas que de todas as maneiras deveria ser visto isso como um serviço que se presta ao bem comum.

Essa visão do além de si mesmo está muito pequena ainda, mas é por isso que as coisas andam como andam.

Se o Universo girasse em torno do umbigo de cada ser humano não poderia ser chamado de Universo, porque haveria um para cada ser humano.

Porém, o Universo é só um e no caso da administração do mundo humano esse se chama de “bem comum”, sem o qual não haveria comunicação, progresso, relacionamentos, famílias, países nem nada do que seria possível imaginar.

Os governantes deveriam ser escolhidos tendo essa base, só os que forem capazes de trabalhar incessantemente com a mente focada no “bem comum” é que mereceriam os votos.

Trabalhar pelo bem comum não é algo que dependa de estética, de simpatia ou de lindos discursos. Trabalhar pelo bem comum é algo que se mostra na prática, com os resultados concretos de quem administra recursos e os coloca à disposição exclusiva de tudo que sirva ao progresso da maior quantidade possível de pessoas, sem nunca prejudicar ninguém intencionalmente.