Sky e Simba chegam a um acordo e clientes voltam a ter SBT, Record TV e RedeTV!

Sky e Simba chegam a um acordo e clientes voltam a ter SBT, Record TV e RedeTV!

Gabriel Perline

30 Agosto 2017 | 19h20

Silvio Santos e Edir Macedos, sócios da Simba, em encontro no Templo de Salomão | Foto: Reprodução de cena de telejornal da Record TV

Cinco meses após a interrupção da distribuição de seus sinais para os clientes da TV paga, os assinantes da Sky poderão, em breve, voltar a assistir ao SBT, Record TV e RedeTV!.

Em uma reunião realizada nesta quarta-feira, 30, Sky e Simba chegaram a um acordo financeiro e assinaram um contrato, no qual a operadora se compromete a pagar à joint-venture um valor por assinante para a distribuição dos sinais das emissoras.

Inicialmente, o valor pedido pela Simba era de R$ 15 por assinante, prontamente rejeitado por todas as operadoras.

Marco Gonçalves, diretor da Simba, liderou as rodadas iniciais das conversas e adotou um tom mais austero, que não levou a empresa a lugar nenhum. Ricardo Miranda, ex-presidente da Sky, foi contratado e assumiu as negociações. Usou seu bom relacionamento com os colegas do mercado e avançou nos interesses da Simba.

Embora o valor do acordo não tenha sido divulgado, a coluna apurou que a Sky repassará algo entre R$ 0,90 e R$ 1,00 por assinante. Vale lembrar que a operadora possui 5,5 milhões de assinantes no País.

Assinantes da Vivo já contavam com o sinais destas emissoras ativos. A Net e a Claro, que já estiveram em vias de um acerto com a Simba, recuou. As negociações seguem em curso.

Até a publicação desta notícia, a Sky não havia reativado os sinais de SBT, Record TV e RedeTV!. À coluna, a operadora não soube precisar quando isso de fato ocorrerá.

Mais conteúdo sobre:

SimbaRecord TVSBTRedeTV!Sky