Globo monta superequipe para a cobertura da Copa na Rússia

Globo monta superequipe para a cobertura da Copa na Rússia

Eliana Souza

11 Abril 2018 | 09h39

Essa será a 12.ª Copa do Mundo que Galvão Bueno terá a satisfação de narrar. “Minha primeira foi em 1974, na Alemanha, mas transmiti os jogos aqui do Brasil e, a partir da Argentina, em 1978, sempre estive no local dos jogos. Foram 11 Copas locais, com 12 no total, em sequência, o que, para mim, é motivo de grande orgulho”, conta.

Para esse mundial na Rússia, a Globo anunciou uma grande equipe de cobertura. Começa com cerca de 200 profissionais, que trabalharão para três plataformas, a Globo, o SportTV e, na parte online, para o globoesporte.com. “Assim como fizemos nos Jogos Olímpicos do Rio, a Renata Vasconcelos e eu estaremos ancorando toda a parte de Copa do Mundo direto do nosso estúdio montado na Praça Vermelha, ao vivo até 3h30/ 4 horas da manhã, no horário de lá”, conta Galvão.

Galvão e Arnaldo cobrem a oitava Copa juntos (foto: João Miguel Júnior/Globo)

Galvão e Arnaldo cobrem a oitava Copa juntos (foto: João Miguel Júnior/Globo)

A emissora é uma das seis do mundo a ter direito a essa localização privilegiada, no coração de Moscou. E a primeira transmissão será no dia 10 de junho, para o Esporte Espetacular, com apresentação da Fernanda Gentil. Em todos os telejornais haverá a entrada dos enviados especiais. E, da cidade de Sochi, que será a casa da Seleção Brasileira, a dona da cobertura será Glenda Kozlowski.

“Vai ser uma Copa do Mundo sem dúvida muito especial, na qual mais uma vez o Brasil é um dos grandes favoritos, junto com a Alemanha, depois Argentina, França, já que a Itália não está”, aposta. Ele faz questão de frisar que serão muitos desafios, mas que vai ser mais uma empreitada com os colegas e amigos Arnaldo Cezar Coelho e Tino Marcos que, desde 1990, já fizeram juntos oito mundiais.

“Vai ser uma grande Copa”, torce Galvão Bueno.

NOTINHAS

Inezita Barroso, que apresentou o Viola, Minha Viola, da TV Cultura, por mais de 30 anos, será homenageada no programa de domingo, 15, às 9h. Comandado por Adriana Farias, este Viola especial vai mostrar a Inezita instrumentista. A apresentadora abrirá o programa ao lado de Joãozinho Barroso tocando Caipira de Fato, que Adauto Santos escreveu para Inezita.